inscrições suspensas

SindAgreste: “Prefeitura fez ‘pegadinha’ processo seletivo em Arapiraca”

MP acata pedido do sindicato e suspende inscrições para processo seletivo

POR: 7Segundos
Prefeitura baixa novas diretrizes em razão do coronavírus
Assessoria

Enquanto são pressionados para darem continuidade às visitas domiciliares para falar de prevenção ao coronavírus - mesmo sem terem recebido máscaras, luvas e álcool em gel, para se protegerem e não se tornarem transmissores da doença - os agentes de saúde e de endemias de Arapiraca solicitou ao município  ao Ministério Público, a suspensão das inscrições para o processo seletivo público (PSP), que começa nesta quarta-feira (25).

“O edital começa certo, mas depois desfaz tudo o que foi dito antes. Não se trata de um PSP, como ficou acordado entre o município e o Ministério Público, mas um PSS [Processo Seletivo Seriado], que prevê contrato de um ano. Os agentes, que atualmente já trabalham por contrato estão em dúvida se devem se inscrever. O que o Ministério Público vem exigindo do município é a seleção para cargo efetivo”, denunciou o presidente do SindAgreste, Jade de Albuquerque.

Cerca de 300 agentes de saúde e de endemias trabalham em regime de contrato temporário há anos e, por conta disso, o Ministério Público Estadual passou a exigir que os trabalhadores fossem efetivados, por meio de concurso. Ainda no ano passado, a prefeitura assinou um termo de ajustamento de conduta (TAC) se comprometendo em cumprir a medida. Após extrapolar prazos e de discussões sobre a banca examinadora do PSP, o edital 02/2020/SMGP/SMS foi lançado na quarta-feira da semana passada (19), mas de acordo com o sindicalista, bem diferente do que havia sido previamente acertado com a categoria e com o MPE. 

“A prefeitura se aproveitou desse momento e desvirtuou a seleção, que, pelo edital, vai ser completamente diferente do que foi discutido com a categoria e com o promotor Rogério Paranhos. Parece que a prefeitura tentou fazer uma ‘pegadinha’, mas não conseguiu nos enganar”, declarou o sindicalista. O promotor acatou as alegações e determinou a suspensão das inscrições (leia, ao final do texto).

A principal ‘casca de banana’ é que, em vez de Processo Seletivo Público - que é uma espécie de concurso público simplificado, em que os aprovados são nomeados como servidores efetivos do município - o certame é um Processo Seletivo Seriado, cujo contrato de trabalho é temporário e tem validade por um ano, podendo ser prorrogado. Além disso, de acordo com Jade de Albuquerque, em vez das 120 vagas que haviam sido definidas no TAC, o edital contempla apenas 20 vagas.

“Nem mesmo as 120 vagas seriam suficientes para atender a necessidade de um município do tamanho de Arapiraca. Em 2017, foi feito um estudo dizendo que, além da quantidade de contratados, o município precisaria de mais 300 agentes de saúde e de endemias, para que a cobertura fosse de 100%. Mas o edital prevê apenas 20”, ressaltou.

Conforme o cronograma, estava previsto que nos dias 02 e 03 de abril, os candidatos deveriam se dirigir ao ginásio João Paulo II, para levar a documentação e efetivar a inscrição. A etapa também erao criticada pelo SindAgreste, por favorecer a aglomeração de pessoas no período em que as autoridades sanitárias aconselham para que as pessoas fiquem em casa.

A assessoria de prefeitura de Arapiraca foi contactada pela reportagem, mas não respondeu até o fechamento da matéria.

Exmo. Perfeito de Arapiraca - Sr. Rogério Auto Teofilo, Exmo. Procurador-Geral do Municipio de Arapiraca-Dr. Rafael Gomes Alexandre,  

                                     Considerando a pandemia do coronavirus (COVID-19),  e a adoçao de medidas de proibiçao de aglomeracao de pessoas;     e                            Considerando a necessidade de se manter a igualdade entre os interessados em participar do Processo Seletivo previsto no Edital no. 02/2020-SMGP/SMS,  Recomendamos, no uso de nossas atribuiçoes legais,  a V. Exa.  a suspensao da pre-inscricao e da inscricao previstas no Edital acima mencionado, até o termino das medidas de proibiçao de aglomeracao de pessoas ora indicadas.  

                          Arapiraca, 25 de Marco de 2020.

                    Rogério Paranhos Gonçalves- Promotor de Justica Titular  da 4a. Promotoria de Justiça de Arapiraca

7Segundos ACE ACS agentes Arapiraca certame endemias IMPUGNAÇÃO Jade de Albuquerque Ministério Público MPE pegadinha prefeitura processo seletivo público Rogério Teófilo saúde Seriado Servidores contratados servidores efetivos SindAgreste

Veja Também

Comentários