Unidade Sentinela

Arapiraquense aguarda há 25 dias resultado de teste para Covid-19

Empresário denuncia descaso com pacientes suspeitos em Arapiraca

POR: 7Segundos
Unidade Sentinela, que funciona no Terceiro Centro de Saúde, é a porta de entrada para atendimento a pacientes com Covid-19 em Arapiraca
Ewerton Silva/ 7Segundos

Apesar de já ter encerrado tratamento e isolamento para coronavírus, o empresário de Arapiraca, Adriano Florentino de Araújo, ainda está aguardando o resultado do teste, tipo PCR, que fez na Unidade Sentinela de Arapiraca, quase um mês atrás, para saber se foi contaminado pelo coronavírus. 

“Estou esperando pelo resultado para ter certeza se tive a Covid-19, já que a minha esposa fez dois testes, um deu positivo e outro negativo. E também por conta do descaso com que os casos suspeitos estão sendo tratados em Arapiraca”, relatou.

O empresário conta que, após fazer uma viagem de trabalho, na companhia da esposa, para Minas Gerais, começou a sentir alguns dos sintomas da infecção provocada pelo coronavírus, como tosse seca e falta de ar. O casal fez consulta com um médico conveniado pela Unimed, que recomendou que eles procurassem a Unidade Sentinela para fazer o teste e, mesmo sem ter o diagnóstico fechado, já deu a receita com a medicação considerando que ambos teriam sido contaminados. No dia 11 de maio, o casal se dirigiu à Unidade Sentinela e foram atendidos por médicos diferentes. 

A esposa dele foi submetida ao teste rápido, que deu negativo, mas o médico que atendeu Adriano resolveu que ele deveria ser submetido ao teste tipo PCR, chamado também de “teste ouro”, que detecta a presença do DNA do coronavírus na amostra colhida. Durante o atendimento, ele foi informado que, assim que o Lacen divulgasse o resultado do exame, ele seria informado pelo telefone e que, em alguns dias, uma equipe da Sesau iria até a residência dele para avaliar a saúde dele e dar as orientações acerca do isolamento total.

“Até a manhã de hoje, 05 de junho, ninguém entrou em contato comigo por telefone e nem pessoalmente, na minha casa, como eles disseram que fariam. Depois do prazo de 15 dias que eles deram, entrei em contato com a Vigilância Epidemiológica várias vezes pelo WhatsApp, para saber do resultado do meu exame, mas eles só respondem que quando o Lacen enviar, irão entrar em contato comigo por telefone. Numa das mensagens que enviei, ainda tiveram a cara de pau de responder que tinha gente aqui em Arapiraca esperando pelo resultado desse exame há mais de um mês”, conta o empresário.

Adriano Florentino conta que, nos dias seguintes à ida na Unidade Sentinela, a esposa dele ainda apresentava sintomas e, por conta disso, resolveu fazer um teste sorológico em um laboratório particular, e o resultado foi positivo. O casal mandou os filhos para a casa de parentes em outra cidade e iniciou fizeram isolamento total por três semanas. O empresário também fez o teste no laboratório particular, mas não se convenceu com o resultado negativo porque apresentou sintomas mais fortes do que o da esposa. 

“Se minha esposa ficou doente, tenho certeza de que fui eu quem passou para ela e não o contrário. Mas, para o município, como o resultado do exame na Unidade Sentinela deu negativo, o acompanhamento dela acabou ali. E eu, que era considerado caso suspeito, também não recebi nenhuma assistência ou orientação de isolamento. Se esse mesmo descaso aconteceu com uma pessoa que não tem tanta informação e que não tem acesso a rede particular, não teria feito isolamento e teria transmitido a doença a várias pessoas”, afirmou.

Tratamento dos sintomas

O empresário afirma que ele e a esposa passaram a tomar medicação desde a primeira consulta feita pelo plano de saúde. Segundo ele, o médico falou que tem medicado os pacientes com suspeita como se já tivesse testado positivo. “Ele chegou a dizer que era melhor pecar por excesso que por falta”, ressaltou. Ele acredita que, por ter iniciado o tratamento quando os sintomas eram leves não desenvolveu a forma mais grave da doença.

“Esta semana mesmo perdi um primo que mora em Bom Conselho [PE] e eu acredito que foi porque ele só foi diagnosticado muito tarde. Só foi internado quando a falta de ar estava muito forte e foi direto para intubação, na segunda-feira. Devido a gravidade do estado dele, precisou ser transferido, mas não deu tempo e ele morreu no dia seguinte. Se ele tivesse sido diagnosticado e tratado antes de chegar a esse ponto, tenho certeza de que estaria vivo. Aqui em Arapiraca, quantas pessoas recebem resultado negativo, ou nem recebem resultado nenhum e por isso acreditam que não estão doentes? Quantas pessoas eles contaminaram? Quantas estão nos hospitais morrendo por que só receberam tratamento tarde demais?”, questionou.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), que é responsável também pela comunicação do Laboratório Central (Lacen), que encaminhou a seguinte nota:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Resultados dos Testes para a Covid-19


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) esclarece que o Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL) já realizou até o momento 8.173 testes de RT-PCR, equivalente a 82,5% dos exames que foram demandados para diagnóstico da Covid-19. Esclarece que o resultado de qualquer exame é confidencial e todos os laudos liberados são encaminhados para a unidade onde o usuário realizou a coleta das amostras nasofaríngeas, a qual cabe contatá-lo. No caso específico, a recomendação é que o usuário permaneça em isolamento domiciliar pelo período determinado pelos técnicos que o atenderam e que o acompanham, desde o momento do seu atendimento na unidade de saúde, uma vez que a equipe de Vigilância Epidemiológica do seu município de origem irá monitorá-lo e prestar todas as informações necessárias, conforme prevê o Protocolo de Manejo Clínico para a Covid-19.

7Segundos Adriano Florentino da Silva Arapiraca caso suspeito Coronavírus Covid-19 diagnostico Empresário exame isolamento total lacen medidas pandemia prevenção Preventiva quarentena Secretaria Estadual de Saúde Sesau teste teste positivo Unidade Sentinela viagem

Veja Também

Comentários