sem isolamento social

Sem medo do coronavírus: população lota ruas de Arapiraca apesar de quarentena

Além de aglomerações na porta de bancos, lojas driblam decreto e abrem parcialmente

POR: 7Segundos
Trânsito intenso na praça Marques em Arapiraca, nesta sexta-feira (03)
Ewerton Silva/ 7Segundos

Duas semanas depois do primeiro decreto estadual estabelecendo providências para possibilitar o isolamento social - medida para combater a proliferação do coronavírus - aparentemente muitas pessoas em Arapiraca perderam o medo de contrair a doença. Nesta sexta-feira (03), assim como nos últimos dias, o movimento no Centro é muito maior do que o de pessoas que precisam sair de casa para resolver assuntos em bancos ou lotéricas, cujo atendimento ao público foi mantido. 

A reportagem do 7Segundos foi até o comércio de Arapiraca e confirmou que em praticamente todas as agências bancárias, havia filas na porta. A aglomeração de pessoas é desaconselhada e expõe ainda mais os idosos - que formam um dos grupos de risco de desenvolver a forma grave de covid-19 - ao risco de contrair as doenças. E eles são a maioria nessas filas. Na Caixa, os clientes mantinham distância entre si do lado de fora da agência, mas no Itaú, a quantidade de pessoas era tão grande que a Polícia Militar foi acionada para ajudar na organização da fila.

Em outros pontos do Centro, os espaços para estacionamento de veículos em via pública estavam lotados e o trânsito estava intenso na esquina da praça Marques da Silva, como se fosse um dia comum de abertura do comércio. Embora boa parte dos estabelecimentos pareça estar fechada, muitos continuam atendendo clientes com as portas semiabertas, como lojas de variedades e de venda de veículos, como confirmam os pedestres.

Ambulantes também voltaram a vender frutas e raízes em vários pontos do comércio. Também no centro de Arapiraca é possível encontrar alguns estabelecimentos, como lojas que vendem motocicletas e de produtos variados, com as portas parcialmente abertas e funcionando com o atendimento de clientes.

Além de estabelecimentos, alguns pedestres e ambulantes circulam pelas ruas como se não houvesse o temor de contrair a covid-19. Algumas pessoas andam acompanhadas por crianças e a circulação de idosos também chama a atenção, principalmente nas proximidades de agências bancárias e do Mercado Público, que mantém estabelecimentos de gêneros alimentícios abertos. 

Galeria de Fotos


7Segundos ambulantes Arapiraca bancos comércio Corona Coronavírus Covid-19 Crianças Grupo de Risco idosos isolamento social quarentena

Veja Também

Comentários