demissões em massa

Empresários arapiraquenses afirmam que se houver prorrogação da quarentena demissões serão inevitáveis

Se o comércio não reabrir na próxima terça-feira (31) as empresas terão que demitir funcionários

POR: 7 Segundos
Comércio de Arapiraca
arquivo/7Segundos

Empresários arapiraquenses temem uma prorrogação do prazo da quarentena em Alagoas, pois isso pode acarretar demissões de funcionários. Desde o último sábado (21) a maior parte do comércio de Alagoas está de portas fechadas, por conta das medidas preventivas do Governo de Alagoas em relação ao Coronavírus. O prazo se encerra na próxima segunda-feira (30).

Um empresário, entrevistado pelo Portal 7 Segundos, disse que tem 78 funcionários e que se a quarentena for prorrogada terá que demitir 40% do quadro.

“O comércio já vinha sofrendo antes mesmo da paralisação, com o fechamento do comércio essa questão se agravou bastante. Agora a nossa fé está em retornar as nossas atividades, impulsionar a economia e amenizar os impactos negativos na economia”, explicou o empresário.

As empresas dizem que precisam da colaboração de todos e que não estão ignorando o Covid-19. “Precisamos da colaboração de todos, não estamos ignorando o vírus, mais acreditamos que a recessão afetará muito mais o país”.

“O empresário tem conhecimento das exigências sanitárias, estão dispostos a ajudar ao governo a combater este mal que assola não só o país, mas em todo o mundo”, complementa.

Para o empresário uma parceria público-privada, adotando as medidas de prevenção do Ministério da Saúde seria uma solução. “Acho que a parceria pública-privada poderia contribuir muito para o combate ao vírus, todas as empresas se comprometem a cumprir as exigências estabelecidas de saúde pública, como utilização de álcool em gel, distanciamento de segurança e até uso de máscaras. Mais não podemos continuar com nossos comércios fechados”.

“Caso aconteça a prorrogação do prazo de quarentena, as demissões serão inevitáveis. Aguardaremos até o dia 30, prazo final do período, e esperamos a reabertura imediata do comércio”, finalizou.

Nesta quinta-feira (26) entidades de Alagoas cobraram do governo do estado a reabertura do comércio

7 segundos Agreste Alagoas Arapiraca arapiraquenses cobram reabertura Decreto demissões demissões em massa demissões inevitáveis Empresários Governo de Alagoas prorrogação do prazo quarentena sete segundos

Veja Também

Comentários