Combate à covid-19

Prefeitura de Arapiraca manda agentes de saúde fazerem campanha de casa em casa, mas não oferece EPIs

Profissionais não tem máscaras, luvas e nem álcool em gel para manter higienização durante o serviço

POR: 7Segundos
Agentes de saúde e de endemias se reúnem com prefeitura e Câmara para discutir piso salarial e corona vírus
Sindicato

O prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo (PSDB), ao divulgar o decreto municipal de combate à doença provocada pelo coronavírus no último dia 17, anunciou a realização de uma grande campanha preventiva na cidade, colocando os agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate a endemias (ACE) na linha de frente da ação. Só que, uma semana depois, ainda não há máscaras, luvas e álcool em gel - considerados equipamentos de proteção individual (EPIs) na pandemia - suficientes para que esses profissionais iniciem o trabalho.

Na ação idealizada pelo prefeito, os agentes iriam casa por casa, em todo o território municipal, explicar os moradores como se prevenir contra a Covid-19 e orientar a população sobre o que fazer caso perceba o surgimento dos sintomas. Para isso, o município suspendeu por decreto todas as férias e licenças de servidores que atuam na área da Saúde. Só esqueceu que, como os agentes de saúde e de endemias vão falar em prevenção, se eles próprios estão desprotegidos.

“Os agentes de saúde e de endemias estão sem os EPIs necessários, mas mesmo assim querem que o trabalho de campo seja feito, É até irônico distribuir material e falar sobre proteção, sem estar protegido. Nós estamos na linha de frente, as máscaras, álcool em gel e outros produtos servem para evitar que sejamos contaminados e também que a gente possa contaminar outras pessoas. Mas querem que a gente trabalhe mesmo assim. Hoje falei que levaria a imprensa, e rapidamente apareceram máscaras”, afirmou Jade de Albuquerque, presidente do SindAgreste, entidade que representa a categoria.

No mesmo dia em que o prefeito anunciou a campanha, o sindicato encaminhou ao município ofício solicitando a distribuição dos EPIs e pedindo a liberação dos agentes que integram o grupo de risco da doença do trabalho de campo. O pedido foi reiterado no dia seguinte, em uma reunião que a categoria teve pessoalmente com Rogério Teófilo. Na ocasião, o prefeito garantiu a implantação do piso nacional da categoria e as condições necessárias para a campanha.

“A Conacs [Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde] expediu uma recomendação para que os ACS e ACE possam se proteger e, aqui em Arapiraca, os próprios moradores não querem que a gente entre na casa deles, principalmente vendo que não estamos tomando as precauções necessárias. Como faz um trabalho preventivo assim? Se as ações mobilizassem os secretários, o prefeito, os vereadores, certamente teria mais adesão do público. Só que eles estão em casa, protegidos, e nós não”, ressaltou.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Arapiraca, mas até o fechamento da matéria não obteve resposta.

7Segundos ACE ACS agentes alcool em gel Arapiraca campanha campanha preventiva Corona Coronavírus Covid-19 endemias EPIs Jade de Albuquerque luvas mascaras prevenção Rogério Teófilo saúde SindAgreste

Veja Também

Comentários