Denúncia

[Vídeo] Advogado diz que policiais do BPRv violaram lacre de veículo para incriminar condutor

O comandante do BPRV, tenente-coronel Eduardo Liziário, defendeu e afirmou que o policial fez um vídeo da abordagem, onde detectou que o selo do veículo estava violado

POR: 7 Segundos
O advogado, José Fábio Bernardo, está a frente do caso
Reprodução do vídeo

Uma abordagem feita pelo Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRV), na rodovia AL-110, está gerando muita discussão em Arapiraca, porque o proprietário do veículo, Fernando Silvestre, alega que o lacre do veículo foi violado pelos próprios policiais. O advogado, José Fábio Bernardo, que está acompanhando o caso,  revelou ao portal 7segundos que tem uma testemunha ocular que confirma a versão apresentada por seu cliente. 

O caso aconteceu na última sexta-feira (10), e o advogado explica que os militares retiraram o lacre e depois começam a filmar, bem como apresentar irrgeularidades inexistentes no veículo.

Veja o vídeo:


Versão BPRV

Em entrevista ao radialista Alves Correia, da rádio Gazeta Arapiraca, nesta segunda-feira (13), o comandante do BPRV, tenente-coronel Eduardo Liziário, defendeu e afirmou que o policial fez um vídeo da abordagem, onde detectou que o selo do veículo estava violado. “A medida administrativa era o recolhimento do veículo. Então o nosso policial, levando em consideração que o caminhão estava carregado de silo, para não criar um transtorno para o cidadão, orientou o mesmo para a regularização que ele deveria fazer a partir da segunda-feira (13) e não iria remover o veículo para o pátio do DER”, afirmou.

Ainda de acordo com a explicação do comandante, foi quando de forma surpreendente, o policial foi acusado pelo condutor de ter violado o lacre do caminhão. “O nosso policial ficou bastante chateado e, de posse dessa acusação leviana que o mesmo fez, resolveu fazer o procedimento. Caso o cidadão tenha se sentido lesado, caso ele ache que o nosso policial trabalhou mal, nos procure no Batalhão Rodoviário, no bairro Tabuleiro dos Martins, em Maceió ou a Corregedoria da Polícia Militar, para prestar um termo de declaração alegando o que ocorreu”, explicou.

De acordo com o tenente-coronel Eduardo Liziário, se isso for feito, certamente a Corregedoria da PM vai designar um oficial para apurar o caso. O comandante também comentou que as outras situações reclamadas pelo proprietário do veículo e seu advogado não existem, que a notificação teria sido feita somente pela violação do selo.

7 segundos abordagem policial adovoago Agreste Arapiraca bprv Caminhão denúncia Fernando Silvestre José Fábio Bernardo Polícia sete segundos viola lacre de veículo

Veja Também

Comentários