Violência doméstica

Victor Chaves é condenado a pagar R$ 20 mil à ex-mulher após agressão

Em 2017, Victor foi acusado de agredir a então esposa Poliana Bagatini Chaves, grávida de quatro meses à época.

POR: 7 Segundos, Folhapress e Metrópoles
As imagens exibidas pelo dominical da Record mostram momento da agressão
Reprodução

O cantor Victor Chaves, que fazia dupla sertaneja com o irmão Léo Chaves, foi condenado em primeira instância em Belo Horizonte (MG) por conta da agressão à ex-mulher dele, em 2017. De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, ele foi condenado a cumprir 18 dias em regime simples e aberto. Porém, a juíza do caso deu a ele o benefício de suspensão condicional da pena, pelo prazo de dois anos. Ele também terá de pagar R$ 20 mil à ex por danos morais. Victor já recorreu.

O caso está com o Ministério Público de Minas e segue em segredo. Procurado, Victor não havia respondido até a publicação deste texto.

Em 2017, Victor Chaves foi acusado de agredir a então esposa Poliana Bagatini Chaves. Grávida de quatro meses, Poliana Bagatini registrou um boletim de ocorrência acusando Victor de jogá-la no chão e chutá-la várias vezes, em fevereiro daquele ano.

A Polícia Civil de Minas indiciou à época o cantor por vias de fato, uma contravenção penal, após analisar as imagens de segurança do prédio de Victor. Oprograma Domingo Espetacular, da Record, veiculou neste domingo (12), imagens inéditas da agressão de Victor Chaves contra a ex-mulher, Poliana Bagatini, em fevereiro de 2017. As cenas só puderam chegar a conhecimento público com o fim do segredo de Justiça.

As imagens exibidas pelo dominical da Record são do circuito interno do prédio onde eles moravam, em Belo Horizonte. Nas cenas, é possível ver Poliana no elevador pela primeira vez, indo ao andar onde morava a mãe do sertanejo. Victor também vai até o local depois de Policia. Após uma discussão entre nora e sogra, Poliana entrou novamente no elevador para voltar ao apartamento dela.

Em vídeo postado em sua conta no Instagram naquela época, o cantor declarava que estava sendo indiciado por contravenção e não havia machucado ninguém. "O que eu pratiquei foi um ato de desespero para conter uma pessoa que estava completamente fora de si para pegar uma criança de um ano. Pela minha filha, o que eu fiz, eu faria de novo", afirmou.

Em entrevista ao Fantástico, Victor se pronunciou pela primeira vez sobre o caso e negou as acusações de agressão. "Eu jamais agrediria alguém na minha vida, muito menos a minha esposa, que está grávida do João", afirmou. 

7 segundos Absurdo agressão bateu na mulher Brasil celebridades condenado em primeira instância esposa grávida Maria da Penha pena sete segundos Victor Chaves Victor e Léo vídeos Violência doméstica

Veja Também

Comentários