Reivindicação

Com poucos delegados concursados, Regional de Arapiraca sofre mudanças no atendimento

Delegados alagoanos não aceitam mais cumprir uma carga horária superior a 40 horas semanais.

POR: 7Segundos
Central de Polícia de Arapiraca
Arquivo/ 7Segundos

A população de Arapiraca, e demais cidades do agreste, sentem os reflexos das mudanças ocorridas no funcionamento da Central de Polícia Civil. Nos dias de terça, quarta e quinta-feira, o funcionamento vai até às 13hs. A partir das 13h, seguindo até às 08 horas da manhã do dia seguinte, os flagrantes são feitos, geralmente, em Maceió.

Ou seja, até às 13 horas, é possível fazer todos os procedimentos na Central de Polícia de Arapiraca. Depois desse horário, casos de flagrante, Termo Circunstanciado de Ocorrência e Boletim de Ocorrência Circunstanciado (quando envolve menores), são encaminhados para a Central de Flagrantes, na capital alagoana.

Nos dias de sexta-feira, sábado, domingo e segunda-feira, a Central funciona em regime de plantão, quando os procedimentos são feitos normalmente em Arapiraca, segundo a informação apurada pelo 7segundos. De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol/AL), os agentes e delegados estão trabalhando apenas em horário comercial.

Votação

A expectativa é que a situação seja normalizada no início do próximo ano, quando a Assembleia Legislativa de Alagoas deve votar o “serviço voluntário de plantão.” A votação deve acontecer na volta do recesso parlamentar. É bom lembrar que os delegados alagoanos não estão aceitando mais cumprir uma carga horária superior a 40 horas semanais.

A situação

A origem desse problema seria o acúmulo de trabalho e o baixo efetivo de profissionais na Polícia Civil de Alagoas (PC/AL). Com isso, a Associação dos Delegados de Polícia (Adepol/AL) fez uma assembleia e, desde o dia 1º de dezembro, os servidores passaram a cumprir a carga horária exigida - que corresponde a 40 horas semanais - e não acumulam delegacias sem que haja a devida remuneração.

Conforme dados da Adepol, o número de delegados é insuficiente para fazer a cobertura dos 101 municípios, sendo que destes servidores, existem aqueles que já estão com tempo de requererem a aposentadoria. O ofício, elaborado após a assembleia com as decisões conjuntas da Adepol e do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Alagoas (Sindepol/AL), foi encaminhado à Delegacia Geral da Polícia Civil.

O último concurso foi realizado em 2012. De acordo com o Governo do Estado existe o planejamento para um novo concurso em 2020.

7Segundos adepol Arapiraca Central de Polícia delegados Flagrantes horários Maceió

Veja Também

Comentários