Clube de astronomia

Clube de Astronomia revela ‘alunos estrelas’ em Arapiraca

Alunos ditos como “problemáticos” e com rendimento baixo evoluíram após participação no clube

POR: Taísa Bibi
Os encontros, abertos a comunidade, acontecem no segundo e último sábado do mês, no Planetário e Casa da Ciência
Felipe Vieira

Olhar para o céu, se encantar com os astros e estrelas, e entender o que está acontecendo. Esse é o intuito do Astronomy Club Eclipse, que desde 2014 aproxima a ciência da sociedade. Além disso, o clube transformou a vida de alunos como Paulo Vitor, de 22 anos, que síndrome de down, e hoje auxilia e faz palestras nos encontros do clube.

“Quando eu tinha cinco anos eu vi uma estrela cadente e fiquei me perguntando o que era, antigamente as pessoas, a minha própria mãe, dizia que o mundo ia acabar e a astronomia vem explicar os fenômenos que existem, quebrar tabus e trazer informação e a ciência para Arapiraca”, disse Paulo Vitor.

Para o jovem, além da ciência, estar no clube é uma diversão e seu planeta preferido é Júpiter. “Gosto de Júpiter por ser maior e também por ser o escudo da terra, é minha paixão, sem ele a terra não existiria, para quem não sabe quanto maior o corpo celeste maior a gravitação e Júpiter foi considerado o guarda-costas da terra, ele suga os asteroides e não deixam atacar a terra. Eu gosto de tudo isso, sou feliz em estar aqui”.

Depoimentos como esse enchem de orgulho o professor de física e astronomia e também diretor-presidente do clube, Edson Cavalcante. “É muito gratificante ver o quanto de evolução os jovens tiveram ao entrar no clube de astronomia, muitos estudantes da Escola Senador Rui Palmeira, o Premem, eram tidos como estudante problemáticos, energéticos, que ninguém conseguia segurar, entraram para o clube e começaram a evoluir, a se sentirem importantes, a dar palestras, e assim se transformaram em pessoas melhores”.

Muitos são os exemplos de superação. “Temos um aluno que tinha depressão e hoje é um dos melhores palestrantes na equipe, constrói até telescópio. Outra aluna que tinha problemas de comportamento, hoje faz filosofia na Ufal em Maceió”, disse orgulhoso o professor.

“Estar no clube de astronomia e olhar para o universo deixou eles importantes, eles passaram a ser visto, a se sentir pessoas, se tornando seres humanos melhores. Aqui os jovens evoluem no campo da ciência e da personalidade”, afirmou Edson Cavalcante.

Observação Pública

O Clube se reúne no segundo e último sábado do mês. A população pode participar gratuitamente da ação. Durante o encontro é realizado uma palestra junto a esfera celeste, na cúpula, mostrando as constelações, as estrelas que estão em evidência, os planetas que estão presentes.

Os planetas presentes, bem como a lua, em suas fases nova e crescente, são observados através do telescópio.  Os telescópios são colocados no Mirante do Planetário e as pessoas podem apreciar os corpos celestes.

Yan Brito, de 11 anos, ficou admirado quando conseguiu ver os anéis do planeta Saturno. Nessa época do ano, em dezembro, é possível observar os planetas Vênus, Júpiter e Saturno.

A comunidade pode participar, mesmo sem ser membro do clube. A apresentação na cúpula acontece a partir das 16h, as observações com os telescópios acontecem a partir das 19h, sempre no segundo e último sábado do mês.

De Arapiraca para o mundo

Rafael santos, de 21 anos, representou a capital do agreste no Encontro Nacional de Astronomia, na cidade de Sobral, no Ceará, em novembro.  “Levei alguns trabalhamos falando da importância da astronomia para a cidade de Arapiraca, a criação do Clube Gênesis na Escola Costa Rego, entre outros”.

De acordo com Rafael a importância do clube de astronomia para a cidade de Arapiraca estar em “ajudar a comunidade a ter uma visão diferente de mundo, difundir a ciência e o conhecimento na região, para isso realizamos palestras, eventos e seminários e chamamos a população. Também temos o Cine Teatro com filmes relacionados a astronomia, para causar essa curiosidade tanto em crianças, jovens e adolescentes que possam se identificar e começar a seguir por este caminho”.

O intuito é o de despertar interesse na área como a jovem Andressa Living, de 20 anos. “Quando eu tinha sete anos gostava de olhar para as estrelas e comecei a me encantar, a partir daí comecei a fazer pesquisas e dei uma palestra sobre o primeiro computador analógico, o Anticítera, que olhava o movimento do sol, do eclipse. Gosto mais dos eclipses, sou encantada pela lua, quando tem eclipse é comigo mesmo”.

Astronomy Club Eclipse

O Clube foi fundado em 2014 pelo professor Edson Cavalcante com a ideia de difundir astronomia entre os estudantes da rede estadual, na qual ele faz parte. A partir de então os alunos começaram a participar das Olímpiadas Brasileiras de Astronomia. Os alunos também fazem palestras nas escolas da cidade difundindo a ciência.

Hoje, com cinco anos, os membros do clube se encontram quinzenalmente no Planetário e Casa da Ciência, localizado no bairro Zélia Barbosa Rocha. Além disso os integrantes participam de eventos, com apresentação de trabalhos, como a Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira, Encontro Nacional de Astronomia, o Enast, Encontro de Astronomia do Nordeste. Esse último foi sediado em Arapiraca este ano, com a participação de 200 pessoas, entre estudantes e profissionais da astronomia.

Hoje o grupo conta com 20 membros ativos, e mais de 100 ligados aos grupos.

Como participar

Quem quiser participar do clube pode ir aos encontros abertos a comunidade, que acontecem no segundo e último sábado do mês, no Planetário e Casa da Ciência.

Após participar de três encontros, o interessado está apto a se tornar um membro do Astronomy Club Eclipse.

Para que os alunos possam se deslocar para os congressos e eventos, é cobrada uma taxa de manutenção mensal de: R$ 20,00 para quem tem curso superior, R$ 10,00 para quem concluiu o ensino médio e R$ 5,00 para os demais.

Mais informações: 82 99376-2377 (Professor Edson).

Galeria de Fotos


7 segundos Agreste Alagoas Alunos alunos problemáticos Arapiraca Astronomia Astros casa da ciência clube clube de astronomia Estrelas estudantes gratuito Lua Observação planetário Planetas público sete segundos

Veja Também

Comentários