celebridades

Duvivier: Eduardo Bolsonaro atacou minha mãe por alertar sobre votos deles contra deficientes

O post de Duvivier aparece no mesmo momento em que Bolsonaro enviou ao Congresso um projeto que acaba com as cotas para trabalhadores com deficiência nas empresas

POR: Fórum
Duvivier: Eduardo Bolsonaro atacou minha mãe por alertar sobre votos deles contra deficientes
Reprodução

O ator, humorista e escritor Gregório Duvivier lembrou, através de sua conta do Twitter, na manhã desta terça-feira (3), episódio em que sua mãe, a cantora Olívia Byington, foi atacada pelo deputado federal, Eduardo Bolsonaro.

Na ocasião, Olívia afirmou que ele e seu pai, o presidente Jair Bolsonaro votaram contra, em 2015, a Lei Brasileira de Inclusão (LBI), que beneficiou 45 milhões de pessoas portadoras de algum tipo de deficiência.

O post de Duvivier aparece no mesmo momento em que Bolsonaro enviou ao Congresso um projeto que acaba com as cotas para trabalhadores com deficiência nas empresas:

“Quando disse que Bolsonaro faria isso, minha mãe foi duramente atacada por Eduardo Bolsonaro. O filhote hamburgueiro fez vídeos com a imagem dela e do meu irmão – chamando de mentirosa e oportunista. E eis que acontece o que ela alertou. Cadê o zero2? Deve tá no Havaí comendo poke”, escreveu.

Cotas nas empresas

Bolsonaro enviou ao Congresso um projeto que acaba com as cotas para trabalhadores com deficiência nas empresas. Nesta terça-feira, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, a oposição marcou uma reunião para tentar barrar o projeto de lei (PL) e derrubar a urgência que ele está tramitando.

O PL 6.195/2019, proposto pelo governo, permite que empresas recolham dois salários mínimos a uma conta da União em troca de contratar funcionários com deficiência. O fundo será gerenciado pelo governo e, em tese, aplicado no programa de reabilitação física e profissional. A criação dessa política de recuperação para o trabalho já era prevista na Medida Provisória 905, que criou o programa verde amarelo de estímulo ao emprego.

Brasil Comediante Cotas Deficiente post presidente

Veja Também

Comentários