De graça

Por amor à Cultura, exonerados fazem Fliara acontecer

Apesar de estarem, oficialmente, desempregados, servidores da Secretaria de Cultura trabalham em evento

POR: 7Segundos
Feira Literária de Arapiraca (Fliara)
Divulgação

A Feira Literária de Arapiraca (Fliara) encerra hoje sua segunda edição com um gostinho de vitória para os organizadores do evento. A crise política e econômica vivida pela prefeitura de Arapiraca por pouco não conseguiu tirar o brilho do evento, que só foi possível graças a abnegação dos servidores da Secretaria Municipal de Cultura, que mesmo exonerados na quarta-feira (27), continuaram trabalhando para fazer o evento acontecer.

Segundo informações recebidas pelo 7Segundos, a totalidade do quadro de servidores da Secretaria de Cultura é composta de servidores contratados e comissionados, que estão entre os mais de 700 demitidos pelo prefeito Rogério Teófilo. A expectativa é de que, ao menos uma parte dos exonerados da secretaria seja readmitida a partir de segunda (02) e por isso eles buscam também "mostrar serviço".

O clima, no entanto, não é dos melhores. Até mesmo entre aqueles que, no início da semana receberam um mês dos vencimentos atrasados, há ainda incertezas quanto a próxima vez que o salário vai cair na conta, principalmente quem, de fato, estará desempregado a partir de segunda-feira. A insatisfação entre os servidores é generalizada, até mesmo entre os efetivos. Muitos deles jamais passaram por situação parecida no serviço municipal e querem ouvir, ao menos, uma explicação do prefeito para o atraso nos salários.

"O prefeito que, no primeiro ano de mandato se vangloriava de ter pago uma folha de pagamento da ex-prefeita Célia Rocha e que, em vários momento falava que a valorização do servidor público era prioridade, agora não dá nenhuma explicação para esses atrasos de salários e, pior, não dá nenhuma perspectiva de normalizar os pagamentos, quem dirá pagar o décimo terceiro, que é direito nosso. Nunca vi uma falta de compromisso como essa na prefeitura de Arapiraca", desabafou uma servidora, que pediu para não ter o nome revelado.

A própria Fliara sofreu as consequências da crise da prefeitura. A programação foi divulgada com tão pouca antecedência que muitos acreditavam que sequer iria acontecer. Além disso, a organização precisou retificar o programa porque a atração principal do evento, a cantora, compositora e instrumentista, Fernanda Takai, foi cancelada, aparentemente devido a "conflitos de agenda". 

Arapiraca Fernanda Takai Fliara prefeitura de Arapiraca Rogério Teófilo salários atrasados Secretaria de Cultura de Arapiraca servidores exonerados

Veja Também

Comentários