Violência

Arame farpado esticado em rodovia provoca acidente e mulher morre, em Girau do Ponciano

Assaltantes usam o arame para "obrigar" motociclistas reduzirem a velocidade e roubarem os veículos

POR: 7Segundos
Ramamés está na área amarelha do Hospital de Emergência em observação
Redes sociais

Uma mulher que estava em uma garupa de uma motocicleta não resistiu aos ferimentos após cair na rodovia e bater em uma estaca. Geilde Ramos dos Santos tinha 43 anos e trabalhava como coordenadora de uma creche da rede municipal. O acidente foi provocado por um arame farpado que estava esticado na rodovia AL 115, em Girau do Ponciano , na madrugada desta quinta-feira (28).

O arame farpado, que estava esticado de um lado a outro da rodovia, nas proximidades do povoado Olho D’Água dos Cazuzinhas, foi colocado por criminosos com o objetivo de impedir que os condutores seguissem o trajeto.

Com a redução da velocidade em função do arame farpado, os assaltantes surgiam de dentro do matagal e anunciavam o assalto.

Geilde Ramos dos Santos seguia na garupa da motocicleta Honda CG com placa OHI, e que estava sendo conduzida pelo esposo dela.

O condutor ao perceber o arame farpado esticado na rodovia e a aproximação dos assaltantes, não parou o veículo e tentou fugir da ação criminosa.

Mas o condutor acabou perdendo o controle da motocicleta ao se chocar no arame farpado e caiu no asfalto.

Com a colisão no arame, Geilde Ramos dos Santos foi arremessada e chocou-se em uma estaca .Ela não resistiu à gravidade dos ferimentos falecendo no local antes de receber atendimento médico.

O esposo dela, Radamés dos Santos Silva, 31 anos, teve fratura em uma das pernas e foi socorrido até o Hospital de Emergência do Agreste (HEA).

De acordo com a assessoria de comunicação do HEA ele está em observação da área amarela.

A motocicleta não foi roubada.

Galeria de Fotos


7Segundos AL 115 arame Arapiraca farpado morre mulher olho dagua dos cazuzinhas

Veja Também

Comentários