Turismo Canábico

Igreja dedicada à maconha vira ponto turístico

Localizado em Denver, no Colorado, santuário celebra a cannabis como uma planta sagrada e um presente da "força criativa universal"

POR: Metrópoles
O santuário existe desde abril de 2017 e recebe pessoas de várias origens, idades e crenças
Reprodução Trip Advisor

O turismo canábico dos Estados Unidos não para de crescer. Uma das razões para esse movimento é o uso legal em vários estados do país, o que, aliás, movimenta um boa quantia em turismo anualmente.

No Colorado – primeiro estado americano a legalizar o consumo para fins recreativos, há cinco anos – uma das atrações mais impressionantes é a International Church of Cannabis, primeira igreja dedicada à maconha com propósitos espirituais dos EUA.

O santuário existe desde abril de 2017 e recebe pessoas de várias origens, idades e crenças. Ao contrário do cristianismo, não há um livro sagrado nem hierarquias eclesiásticas.

Segundo seus criadores, a ideia é “oferecer uma casa para adultos de todos os lugares do mundo que busquem criar a melhor versão de si por meio da planta sagrada.”

Para quem frequenta, a cannabis é um presente da “força criativa universal” e, quando consumida de forma ritualística, é capaz de elevar a mente.

O pintor espanhol Okuda San Miguel foi o responsável pelo visual psicodélico do local. O espaço conta com muitas cores e chama atenção, inclusive de não-adeptos ao uso da maconha.

A organização tem mais de 7,5 mil elevacionistas – como são chamados aqueles que se “convertem” – e cerca de 40 pessoas que frequentam regularmente. Para se tornar um, basta ter pelo menos 21 anos e preencher um formulário on-line confirmando que a maconha é um “sacramento espiritual” em sua vida.

7 segundos canábico canábis culto EUA igreja maconha mundo ponto turístico sete segundos turismo

Veja Também

Comentários