Consciência negra

Dia da Consciência Negra é celebrado com apresentações culturais em Arapiraca nesta terça

O evento, que vai ser realizado na Tenda Cultural da Praça Luiz Pereira Lima, a partir das 13h30

POR: Assessoria
Com artesanato, capoeira, poesia, exposição fotográfica, música e dança, a ideia é disseminar a cultura afro e as comunidades remanescentes dos quilombos do município
Assessoria

“Um Olhar Afro-Brasileiro sobre Arapiraca” é o tema do Projeto, realizado pela Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria de Educação em parceria com 4 escolas da rede municipal, nesta terça-feira (19), em alusão ao Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro.

Com artesanato, capoeira, poesia, exposição fotográfica, música e dança, a ideia é disseminar a cultura afro e as comunidades remanescentes dos quilombos do município.

O evento, que vai ser realizado na Tenda Cultural da Praça Luiz Pereira Lima, no centro da cidade, a partir das 13h30, com apresentação da Banda da Escola Professor Luiz Alberto de Melo, exposição de fotografias, oficina sobre os Saberes e Fazeres dos povos tradicionais, artesanato produzido pelas comunidades quilombolas, apresentações culturais das Escolas:

Escola Municipal Manoel Rodrigues da Silva – Forrópoeira e Coco de roda

Escola Municipal Manoel João da Silva – Capoeira e Grupo de Dança A Força Negra na Sociedade Brasileira.

Escola Luiz Alberto de Melo – Dança Afro e Percussão.

A partir das 19h30 vai ter apresentação de dança do grupo Tereza de Benguela e de sarau de poesia da Escola Municipal Djalma Matheus Santana, além de capoeira e palestras.

Na Casa da Cultura serão montadas duas exposições: Uma fotográfica intitulada “Dias Mulheres Virão” e uma com artesanato produzido pelo Grupo Tereza de Benguela.

O Projeto tem como objetivo mostrar que com educação é possível mudar e criar estratégias de empoderamento dentro das salas de aula, estimulando iniciativas culturais nas escolas da rede pública municipal de ensino, valorizando assim a diversidade cultural e difundindo a cultura africana.

A programação é aberta ao público e segue até as 21h30.

7Segundos Agreste Alagoas apresentações Arapiraca Centro conciência Cultura culturais Lima Luiz negra Pereira praça segundos sete

Veja Também

Comentários