Novembro Roxo

Hospital de Arapiraca promove ação com mães e bebês da UCI Canguru

Ações fazem parte do Novembro Roxo

POR: Assessoria
Mãe e bebê da UCI Canguru do Hospital Regional
Assessoria

Com objetivo do desenvolvimento do bebê e da formação do vínculo afetivo familiar, o Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho, em Arapiraca,  agreste alagoano, realizou nesta semana uma ação preparativa para o Novembro Roxo, que marca a importância da conscientização e a luta para prevenir o parto prematuro.

Na ação, mães e bebês internados na UCI Canguru participaram de momentos de descontração e interação. Na oportunidade, houve caminhada no binômio, banho de sol e roda de conversa sobre a importância do método Canguru.

A atividade foi acompanhada pelas enfermeira Andrade, as psicólogas Morgana Lúcio e Emylia Ferreira, e Andréa Lima, coordenadora do Complexo Neo, que fez questão de destacar a iniciativa. “Esses são momentos afetivos, que estimulados a partir da maternidade geram mais ligação entre mães e filhos”, falou Lima.

Para celebrar o Novembro Roxo, o Hospital Regional estará promovendo a Semana Prematuridade, a partir da segunda-feira, dia 11. As ações acontecerão no Complexo Neonatal e UCI Canguru e serão realizadas até a sexta-feira, 15. 

Na programação, momentos de terapia e dança, orientação sobre banhos, alimentação e cuidados com o bebê; rodas de conversas com avós e pais, sessão de fotos de bebês “super-heróis”, depoimentos, palestras e sessão de alongamentos.

Caminhada 

No dia 17, o Hospital promoverá também a 1ª Caminhada de Conscientização da Prematuridade. O trajeto acontecerá no Bosque das Arapiracas, com saída da área próxima a Fonte, a partir das 16h. Entres os convidados, profissionais e mães com bebês que nasceram prematuros e estiveram internados dos no Complexo Neonatal. 

“Será um evento simbólico e está sendo organizado de forma muito carinhosa e cheia de cuidados”, afirmou a Coordenadora do Núcleo de Humanização, Eliane Félix.

Novembro Roxo

Neste mês comemora-se o Dia Mundial da Prematuridade, celebrado globalmente no dia 17. No Brasil, segundo o inquérito nacional sobre partos e nascimentos, feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e divulgado em dezembro de 2016, a taxa de prematuridade é de 11,5%, quase duas vezes superior à observada nos países europeus. Deste percentual, 74% são prematuros tardios (nascidos entre a 34ª e 36ª semana gestacional).

7 segundos Alagoas Arapiraca bebês canguru Hospital Mães novembro parto prematuro regional roxo

Veja Também

Comentários