Taxativo

"Nota 1", afirma Severino Pessoa sobre gestão de Rogério Teófilo

Deputado federal afirma que prefeitura virou "cartel familiar" e defendeu esposa como candidata

POR: 7 Segundos
Severino Pessoa inicia articulações para implantar Hospital Universitário no Agreste
Assessoria

Severino Pessoa (Republicanos) foi categórico ao avaliar a administração de Rogério Teófilo frente à prefeitura de Arapiraca. Em entrevista a uma emissora local, o deputado federal afirmou que, numa escala de 0 a 10, o prefeito merece apenas "nota 1" e fez duras críticas à gestão municipal.

"Quando percebemos as divergências, preferimos seguir por outros caminhos. E, no final, a população vai julgar nossa decisão. Minha nota para esta gestão é 1, me diga um setor da cidade que tenha se desenvolvido bem em Arapiraca? Não tem. É lamentável a situação da cidade hoje", declarou.

O político fez referência também aos discursos de Teófilo, que costumam falar de ética e transparência. Além de afirmar que falta transparência na gestão municipal também reclamou da interferência de familiares do prefeito nas decisões tomadas pela prefeitura. "A administração Rogério Teófilo virou um cartel familiar", ressaltou. Ele falou ainda que um dos erros cometidos pelo prefeito foi não dar ouvidos aos conselhos dados por ele, pela vice-prefeita Fabiana Pessoa, e pelo senador Rodrigo Cunha (PSDB), e - por conta dessa postura - está isolado politicamente, e então mencionou que no desfile do dia 30 de outubro, que tradicionalmente conta a presença de vários políticos, o prefeito estava acompanhado apenas de secretários no palanque oficial.

Quando ele afirmou que "Arapiraca vai julgar a nossa decisão" se referiu também a futura candidatura de sua esposa, a atual vice-prefeita Fabiana Pessoa, que ele dá como certa. "Houve um congresso do PRB [atual Republicanos] e a Fabiana é pré-candidata. Acredito que Arapiraca vai escolher o melhor nome", declarou.

Entre os problemas da administração pública, Severino Pessoa censurou a falta de interesse da gestão municipal em buscar recursos junto à bancada alagoana em Brasília para a Saúde. "Não aceito como está hoje, com filas, corredores lotados e sem conseguir atender a demanda. Como político, percebo há uma grande necessidade de viabilizar formas de diminuir o sofrimento das pessoas”, disse. E então o deputado federal passou a falar sobre os R$ 35 milhões em emendas destinadas por ele para Arapiraca no próximo ano, entre elas a construção de um hospital universitário em Arapiraca. 

"Conversei com ministros e com a direção do campus da Ufal Arapiraca e começamos a desenhar como podemos viabilizar os recursos. E então conseguimos alocar R$ 11 milhões para construir o hospital que possa atender a população de maneira geral, tanto a local como de cidades vizinhas e também [para dar suporte] aos estudantes da área de saúde. Acredito que o recursos será liberado no próximo ano e o hospital será construído dentro do Campus, mas dependemos do governo federal", declarou.

 

Arapiraca Bancada federal CPI do Óleo eleições 2020 emenda parlamentar Fabiana Pessoa falta de Transparência Hospital Universitário isolamento político Política prefeitura de Arapiraca Rodrigo Cunha Rogério Teófilo saúde Severino Pessoa Transparência Ufal

Veja Também

Comentários