Na lama

Acusado de ato libidinoso em Delmiro se esconde em esgoto para não ser preso

Polícia Militar precisou usar munição não-letal para conseguir prender "Camonje"

POR: 7 Segundos
Dois homens são presos em flagrante após operação da polícia Civil e Militar, em Delmiro Gouveia
Reprodução

Um homem, que estava mostrando seus órgãos sexuais para mulheres em Delmiro Gouveia, deu trabalho para a Polícia Militar na noite de quarta-feira (30). O acusado, cuja identidade não foi confirmada e está sendo apelidado de "Camonje", se escondeu em um córrego de esgoto embaixo de uma ponta na rua José Raul Lacerda, no bairro Campo Grande.

Moradores da região denunciaram o ato libidinoso para uma guarnição da Força Tarefa que fazia patrulhamento no bairro, por volta das 21h e foi só perto da meia noite que os policiais militares conseguiram prender e levar o acusado até a delegacia regional.

Ao perceber a aproximação da viatura, o acusado correu para se esconder debaixo de uma ponte e entrou em uma tubulação de esgoto. Por mais mais de duas horas, a equipe policial tentou convencer o acusado a se entregar. Reforços da Rádio Patrulha e do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) foram encaminhados para o local, mas só os policiais militares entrarem na tubulação e utilizarem munição de borracha é que o acusado resolveu sair do esgoto.

"Camonje" foi atingido por dois projéteis e saiu da tubulação completamente coberto de lama. Moradores da região ofereceram baldes de água para limpar o acusado para que ele pudesse ser colocado em uma viatura.

Apesar da prisão em flagrante, antes de ser encaminhado para a delegacia, os militares levaram o acusado para a Unidade de Pronto Atendimento, para cuidar dos ferimentos provocados pela munição de borracha.

ato libidinoso Delmiro Gouveia esgoto Força Tarefa pelopes polícia militar rádio patrulha

Veja Também

Comentários