Outubro Rosa

Hospital Regional celebra Outubro Rosa com depoimentos emocionantes

Os exames detectaram câncer no útero e paciente viu que precisava se cuidar, urgente

POR: Assessoria
Fátima Nunes contou sua história depois anos após cirurgia de câncer no útero
Assessoria

O que seria apenas uma relação normal entre uma mulher e seu novo amor virou sinal de alerta para Fátima Nunes, vendedora de motos. “Eu não me cuidava. Quando eu vi o sangue percebi que havia algo errado comigo. Foi aí que despertei para a minha saúde”.

Os exames detectaram câncer no útero e ela viu que precisava se cuidar, urgente. Ela fez a cirurgia e, dois anos após o ocorrido, Fátima compartilhou seu relato emocionado durante a programação especial do Outubro Rosa, realizado nesta quinta-feira (24), no Hospital Regional Nossa Senhora de Bom Conselho, em Arapiraca.

“Eu era muito descuidada comigo. Aquele dia marcou minha vida para sempre e agradeço por estar aqui para contar essa história e motivar mulheres a cuidarem de si, se tocarem”, falou. 

O evento contou com uma palestra sobre cuidados e autoestima, ministrada pela psicóloga Emylia Ferreira, sorteio de brindes e um dia de beleza. Na prática, as funcionárias e colaboradoras do Hospital Regional também puderam fazer os exames de citologia e de mamografia com a médica residente da UFAL, Samanda Medeiros.

Promovido pelo HR, através do SESMT, com apoio do Núcleo de Humanização, o evento teve a visita do provedor Geraldo Magela, que parabenizou a iniciativa. “Quem cuida da saúde das pessoas também precisa se cuidar”, comentou.

De acordo com a coordenadora do SESMT, a enfermeira do trabalho, Janile Soares, os exames foram feitos prioritariamente para mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos, consideradas de rastreamento. Os procedimentos foram liberados pela Prefeitura de Arapiraca, através da coordenadora da Saúde da Mulher, Maria Luiza.

As mulheres que não estavam nesse grupo receberam orientações sobre cuidados e prevenção. O Outubro Rosa tem como principal objetivo alertar sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. “O principal é fazer com que a mulheres olhem para si e se cuidem”, explicou a assistente social Eliane Félix.

Várias empresas colaboraram com o evento: Brinks, Lojas Aretuza, Jú Pirauá, Supermercados Bella Compra, Vício do Corpo, Mabel Modas, Lyndalingerie, Fox Arapiraca e Pryscilla Pereira.

Galeria de Fotos


7 segundos Agreste Arapiraca câncer depoimento diagnostico fátima Hospital Nunes outurbo paciente regional Rosa tratamento útero vidas

Veja Também

Comentários