Em Arapiraca

Mãe de seis filhos, mulher acusa ex-companheiro de agressão

POR: 7Segundos
Policiais da CISP de Girau do Ponciano efetuaram a prisão
Ewerton Silva / 7Segundos

Apesar da Lei Maria da Penha e das campanhas de conscientização, são constantes os registros de casos de violência contra a mulher na região agreste do Estado de Alagoas. Na tarde desta sexta-feira (18), policiais de plantão na Central de Polícia Civil atenderam o caso da senhora Maria Luzia dos Santos Gonçalves, 27 anos, que foi agredida pelo esposo José Carlos Pereira da Silva, 47 anos.

A vítima relatou a reportagem do Portal 7 Segundos que já estava separada do acusado e afirmou ter sido essa a quarta agressão sofrida. A Justiça já havia concedido uma Medida Protetiva, mas teria havido descumprimento por parte de José Carlos Pereira da Silva, que ficou preso na Central de Polícia Civil. Outra acusação contra ele é de agressão contra a sogra. O acusado foi preso em Girau do Ponciano, por policiais militares do Cisp daquela cidade.

Drama Familiar

Casos como esse são, em geral, acompanhados de um drama familiar ainda maior. Maria Luiza dos Santos Gonçalves disse ser da cidade de Major Isidoro, no sertão de Alagoas. Porém, está residindo em Arapiraca, no residencial Agreste, periferia da cidade.

O casal tem seis filhos, sendo que os três mais velhos moram com a mãe dela na cidade de Girau do Ponciano. Os três mais novos residem com ela. Ou seja, um conflito que vai além da violência doméstica, chegando a polícia e a Justiça. É também uma greve questão social.

 

agressão Central de Polícia Maria da Penha mulher

Veja Também

Comentários