Arapiraca: 95 anos em 7Segundos

Série de reportagens do 7Segundos traz avanços e problemas nos 95 anos de Arapiraca

História, economia, política e as expectativas do povo em relação ao futuro do município

POR: 7Segundos
A "Folhinha" (foto de 1971), localizada na Avenida Ceci Cunha, por muitos anos foi o principal cartão postal de Arapiraca
Acervo do professor Zezito Guedes

Arapiraca completa 95 anos de emancipação política no próximo dia 30 de outubro e o 7Segundos prestigia a cidade onde o portal de notícias mais popular de Alagoas nasceu e publica, a partir desta terça (08) e até o final do mês, uma série de reportagens falando sobre a história, o desenvolvimento econômico, as personalidades e a expectativa da população sobre o futuro de Arapiraca.

O segundo maior município de Alagoas tem atualmente uma população que gira em torno de meio milhão de pessoas, somando os habitantes - que são mais de 230 mil de acordo com dados do IBGE de 2016 - e a população flutuante, que são aqueles moradores de cidades próximas que viajam diariamente para Arapiraca, seja a trabalho, estudo ou para fazer compras. E ao longo de 155 anos de fundação e 95 anos de emancipação política, passou por vários ciclos econômicos e atualmente, apesar de sofrer recessão que aflige o país, continua servindo de pólo para os municípios vizinhos.

Arapiraca já foi a “terra do fumo”, que foi a fonte de riqueza de famílias abastadas da cidade; já teve uma das maiores feiras livres do país, que já chegou a ser comparada a de Caruaru e que impulsionou o comércio de maneira geral; já viu empresas familiares se tornarem indústria com reconhecimento fora do território alagoano, enquanto outras se mantém de pé, sendo passadas de geração a geração; já foi elevada a capital da Região Metropolitana do Agreste e foi considerada pela imprensa nacional como “metrópole do futuro”, devido ao desenvolvimento econômico e ao interesse despertado em empresas de outros Estados.

Apesar de a cidade não ter correspondido à expectativa de “metrópole do futuro” e a geração de empregos não ter alcançado o patamar esperado, ainda é considerada o município mais importante do interior alagoano e serve de referência para muitas outras cidades da região, principalmente após a instalação do campus da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e a multiplicação de faculdades que oferecem cursos de ensino superior à distância, que deu oportunidade a estudantes de toda região Agreste de obter diploma em curso superior. 

A recessão econômica enfrentada pelo país, somada a uma gestão que pouco realizou nos últimos anos, apagou um pouco do brilho da “princesa do Agreste”, mas o povo arapiraquense, que tem o empreendedorismo na veia, mantém a esperança de ver a cidade retomar o caminho do progresso. É por isso que, além de contar a história, relembrar as personalidade que foram importantes para a cidade e avaliar o presente, a série de reportagens “Arapiraca: 95 anos em 7Segundos” vai trazer também a visão do cidadão arapiraquense sobre a sua cidade e o que esperam dela no futuro.

Acompanhe, a partir desta terça (08), todos os dias no 7Segundos.

7Segundos aniversário de arapiraca Arapiraca Arapiraca 95 anos Emancipação Política de Arapiraca história de Arapiraca matérias especiais série de reportagens

Veja Também

Comentários