OPERAÇÃO ZURUÓ

Polícia Civil de Arapiraca faz devolução de celulares roubados

Uma campanha para a não compra de aparelhos sem nota fiscal também está sendo iniciada

POR: 7 segundos com Assessoria
Celulares devolvidos Operação Zuruó
Cortesia

A Delegacia Regional de Arapiraca, comandada pelo Delegado Everton Gonçalves, deu início na tarde desta quinta-feira (3) a OPERAÇÃO ZURUÓ, que visa à recuperação e devolução de aparelhos telefones celulares roubados/furtados.

Replicando a ideia iniciada pelo Delegado José Carlos da Delegacia de Roubos da Capital, a 4a DRP diligenciou durante a semana e conseguiu recuperar cerca de 20 aparelhos de telefone celular, os quais foram devolvidos aos proprietários na tarde desta quinta-feira(3).

O Delegado Everton explica que as pessoas que adquirem aparelhos sem nota fiscal ou sem garantia de procedência podem estar cometendo o crime de receptação. Assim, a Autoridade Policial orienta a não mais realizar negócios dessa maneira, pois a pessoa pode até ser presa. Durante a devolução algumas pessoas fizeram relatos sobre a não compra de aparelhos sem nota ou garantia (veja o vídeo abaixo).

Na Operação Zuruó a pessoa identificada como usuário/possuidor de um aparelho roubado é convidado a comparecer à delegacia e devolver o objeto, explicando como o adquiriu, ficando assim isento de responsabilidade. Aos que não comparecerem, fica o risco de serem presos a qualquer momento pelo delito de receptação.

A orientação vale também aos que revendem e comercializam aparelhos celulares sem procedência, tendo em vista que comentem um crime mais grave de receptação qualificada.

O nome dado à operação (ZURUÓ) é uma expressão nordestina que significa pessoa ou alguém amalucado, avoado, ou seja, que adquire produto de origem ilícita correndo risco de ser preso.

 

4DRP 7Segundos alagoa Arapiraca celulares crime delegado Diligência Everton Everton Gonçalves Furto receptação Roubo zuruó

Veja Também

Comentários