Robeeerto

Prefeitura emite nota negando acúmulo de cargos de comissionado

Segundo nota, Carlos Roberto pediu exoneração da prefeitura de Maceió quando assumiu cargo em Arapiraca

POR: Assessoria e 7Segundos
Sede da Prefeitura de Arapiraca
Assessoria

A prefeitura de Arapiraca encaminhou nota para o 7Segundos afirmando que o servidor comissionado Carlos Roberto de Carvalho Rego não acumulou "em nenhum momento" cargos nas prefeituras de Arapiraca e de Maceió, se referindo ao texto "Comissionado favorecido pelo filho do Rogério acumula salário em Arapiraca e outra cidade", publicado no Blog Bastidores na tarde de segunda-feira (23).

Conforme a nota, que pode ser lida na íntegra abaixo, Carlos Roberto teria pedido exoneração da prefeitura de Arapiraca após "perseguição política desnecessária", se referindo ao vazamento de mensagem enviada pelo namorado da neta dele - Moacir Neto, filho do prefeito Rogério Teófilo. Na mensagem de áudio, também publicada pelo Blog Bastidores, Moacir Neto afirma que o salário do então gerente administrativo da UBS Jardim das Paineiras seria reajustado de R$ 2.500 para R$ 3.500, em mais um indício de favorecimento. Segundo a prefeitura, o salário do gestor pode ser maior em decorrência do tamanho da UBS. No entanto, o 7Segundos apurou que há apenas uma equipe em funcionamento no posto de saúde, o que não jutificaria o reajuste de salário.

Em relação ao acúmulo de cargos, a reportagem comprovou, por meio de imagens (veja galeria de imagens) que, no mês em que foi admitido pela prefeitura de Arapiraca, Carlos Roberto recebeu dois salários e apareceu nas folhas salariais das prefeituras de Arapiraca e de Maceió. Além disso, no Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNES), que é vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS), o nome do avô da namorada de Moacir Teófilo aparece como gerente administrativo da UBS Jardim das Paineiras, em Arapiraca, e do PSF Pesqueira, em Maceió, entre do mês de março até o mês de agosto, o último atualizado.

Essa informação pode ser consultada também na página do CNES. No campo "consulta profissional", basta colocar o nome completo de Carlos Alberto, que aparece uma tabela onde é possível consutar a situação cadastral dele. Na parte onde está descrito "Detalhes" é possível consultar os vínculos ativos e o histórico de vínculos do ex-servidor.

Leia, agora, a nota encaminhada pela prefeitura de Arapiraca: 

Nota de Esclarecimento: servidor não acumulou cargos comissionados em Maceió e Arapiraca

Diferente do que foi dito em matéria publicada nesta segunda-feira (23) pelo Portal 7 Segundos, esclarece-se que em nenhum momento o servidor citado acumulou cargos comissionados na cidade de Arapiraca e Maceió.

Ao ser nomeado em Arapiraca, o profissional solicitou exoneração do cargo que ocupava na capital alagoana. 

Com relação a alteração dos valores recebidos por ele, é importante entender que cada gerente tem vencimento relacionado ao tamanho da UBS em que atua, de acordo com a organização administrativa da Prefeitura Municipal de Arapiraca.

Também é importante informar que, após perseguição política desnecessária, o servidor, que possui trajetória profissional voltada para área da Saúde, também pediu exoneração do município agrestino e não faz mais parte do quadro pessoal de Arapiraca.

Galeria de Fotos


acúmulo de cargos Carlos Roberto nota da prefeitura de Arapiraca prefeitura de Arapiraca

Veja Também

Comentários