POLÍCIA

Sérgio Cabral negocia delação premiada com Polícia Federal

Preso em Bangu, emedebista tem ido, em média, duas vezes por semana à PF no Rio por conta do processo de negociação

POR: Yahoo Notícias
Fichtner era figura central na área administrativa da organização criminosa, supostamente chefiada por Sérgio Cabral
Reprodução/Agência Brasil

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral (MDB) está em fase avançada de negociações com a Polícia Federal para um esquema de delação premiada.

A informação é do blog do jornalista Guilherme Amado, na revista Época, segundo o qual o ex-governador tem ido, em média, duas vezes por semana à PF no Rio por conta do processo de negociação. O emedebista está preso no complexo penitenciário de Bangu.

Segundo o blog, Cabral expôs à PF um cardápio com diversos nomes que contam com foro privilegiado, especificamente, ministros dos tribunais superiores. Ainda não foram revelados nomes.

A alternativa de delação por meio da PF foi a escolhida depois de o Ministério Público Federal do Rio refutar qualquer interesse em negociar com o ex-governador. Os procuradores entendem que Cabral chefiava o esquema de corrupção no Estado, e, por isso, não devia ser beneficiado.

Ao MPF, Cabral estaria disposto a contar irregularidades sobre o poder Judiciário, incluindo o Tribunal de Justiça do Rio e o Superior Tribunal de Justiça (STJ), e sobre ex-chefes do Ministério Público do Rio de Janeiro, além da compra de votos para a Olimpíada de 2016, segundo noticiou, em dezembro do ano passado, o jornal O Globo.

justiça Ministro rio de janeiro Sérgio tribuna

Veja Também

Comentários