cinema

Polêmico, filme em que Xuxa aparece nua pode voltar a ser comercializado

Além da nudez, no longa-metragem, a personagem da apresentadora seduz um garoto de 12 anos; proibição de comercialização foi concedida em 1991

POR: iG
Filme deve ser reproduzido novamente
Reprodução

Nesta sexta-feira (20) o passado de Xuxa voltar a ser destaque na imprensa nacional. Há quase trinta anos a apresentadora conseguiu na Justiça a proibição da comercialização do filme "Amor Estanho Amor" (1982), no qual sua personagem seduz um garoto de 12 anos.

O assunto foi tema de debate no Superior Tribunal de Justiça (STJ) na última terça-feira (17), a Quarta Turma iniciou uma sessão para avaliar se o site Mercado Livre pode comercializar dois álbuns de Xuxa e o polêmico filme que ela aparece nua. 

A possibilidade de o longa voltar a ser exibido trouxe o nome do diretor, Walter Hugo Khouri, novamente aos holofotes. Morto em 2003, ele deixou um legado para o cinema nacional. 

Segundo uma análise feita pela Folha de SP , na introdução ao livro “Do Sentimento Trágico da Vida”, de Miguel de Unamuno, o filósofo espanhol Fernando Savater comenta que é comum às mentes notáveis passar por "um tempo no purgatório após sua morte, ao final do qual podem ou cair no esquecimento geral ou se instalar para sempre na glória dos eleitos".

A questão voltou à tona devido a declarações da  apresentadora  na web. Ao que parece, ela refletiu sobre os motivos que a levaram a atuar no filme. À  época, a artista ainda não trabalhava com crianças.

Ainda de acordo com a Folha de SP , proibição da comercialização de " Amor Estranho Amor " aconteceu em 1991, em decisão tomada pelo então juiz de primeiro grau Luiz Fux, hoje ministro do Supremo Tribunal Federal.

Na internet, Xuxa ainda terminou seu desabafo sugerindo que todos assistissem ao filme: "[É] muito bom". 

Filme proibido Xuxa

Veja Também

Comentários