água

Agreste Saneamento e Casal investem em tecnologia para combater ligações clandestinas de água em Arapiraca

Geofone ajuda a identificar irregularidades na rede e perdas no sistema de abastecimento da cidade

POR: Assessoria
Geofone ajuda a identificar irregularidades na rede e perdas no sistema de abastecimento da cidade
Divulgação

Equipes de combate à fraude da Agreste Saneamento e da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) começam a utilizar o Geofone eletrônico, equipamento que ajuda a identificar ligações clandestinas e vazamentos com maior precisão. A tecnologia funciona por meio da identificação de ruídos com um aparelho semelhante ao estetoscópio que médicos usam para acompanhar batimentos cardíacos.

De acordo com Thiago Castro, coordenador de clientes da Agreste Saneamento, a identificação exata do local das ligações clandestinas e dos vazamentos  é feita com o geofone, a partir de sensores de solo sensíveis ao som da água. “Quanto maior a intensidade desse som, maior é a assertividade para encontrar a irregularidade e o local correto do vazamento”, explica. O técnico acrescenta que o uso dessa tecnologia também traz agilidade ao processo de identificação de vazamentos não visíveis, o que, regularmente, pode demorar dias.

Treinados e preparados para atuar em uma força-tarefa conjunta, os colaboradores da Agreste e da Casal pretendem analisar  as ligações ativas e inativas para combater as fraudes. Tácito Marques, gerente da Unidade de Negócio Agreste da Casal, explica que o equipamento, graças ao resultado preciso que fornece, evita quebras e avarias desnecessárias em ruas e avenidas, otimizando também o tempo de trabalho das equipes e o atendimento oferecido para a população.

Os moradores de Arapiraca também podem informar a localização de vazamentos em vias públicas ligando para o número 0800 082 0195 (Call Center da Casal) ou pelo site da Companhia: www.casal.al.gov.br.

Combate às ligações clandestinas

As ligações clandestinas de água geram um prejuízo enorme para os consumidores, que podem ser afetados com falhas no abastecimento ou ainda com doenças de veiculação hídrica, como verminoses e hepatites virais. Estas são provocadas pela contaminação na rede distribuidora, geralmente com a entrada de dejetos, bactérias e substâncias impróprias, por exemplo.

Para tentar reduzir esses riscos e conscientizar a população sobre os graves problemas que as ligações clandestinas podem causar, a Agreste Saneamento e a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) lançaram a campanha “Gato e Água não se misturam”, onde a população pode ajudar no combate a esse tipo de fraude. Basta ligar para o número 0800 082 0195 e denunciar quando encontrar uma ligação clandestina de água. Não é preciso se identificar, o sigilo do denunciante é garantido! A denúncia também pode ser feita pelo site www.casal.al.gov.br.

agreste saneamento Arapiraca Casal geofone perdas

Veja Também

Comentários