Depressão

Câmara solicita que Prefeitura de Arapiraca promova palestras nas escolas sobre depressão

Indicação do vereador Marcos Caetano foi aprovada por unanimidade

POR: Assessoria
Câmara solicita que Prefeitura de Arapiraca promova palestras nas escolas sobre depressão
Assessoria

A Câmara Municipal de Arapiraca realizou na noite desta terça-feira (13), sua sessão ordinária com os trabalhos dirigidos pelo presidente Jario Barros.
Foram discutidas e votadas importantes indicações solicitando melhorias para Arapiraca, entre elas, a de autoria do vereador Pastor Marcos Caetano, para que o prefeito Rogério Teófilo, em nome das secretarias de Educação, Saúde e Esporte promova palestras nas escolas sobre o suicídio e a prevenção da depressão.

Em sua justificativa, o Pastor Marcos Caetano defendeu uma ampla discussão sobre o assunto, lembrando, que hoje, considerado o mal do século, a depressão é a doença que mata mais no mundo, superando até as mortes provocadas pelo câncer ou guerras.

De acordo com o vereador, que também é estudante de psicologia, havendo uma interação entre os governos federal, estadual e municipal sobre a depressão, é possível minimizar esse mal. 
Ele defendeu que os governos invistam em políticas públicas de esclarecimentos para os jovens, até a deixarem o que ele chamou de fria, a interação desses jovens com a internet, que deixam de conversar e olhar no olho do outro, dando-lhes mais atenção.

Pastor Marcos Caetano recebeu o apoio incondicional dos vereadores Moisés Machado, que sugeriu a realização de uma Audiência Pública, com a participação de especialistas para debater o assunto.

Os vereadores Márcio Marques, Fábio Henrique, Dr. Fábio, Melquisedec de Oliveira e o próprio presidente da Casa, garantiram ao autor do requerimento, que estarão prontos para entrarem nesta luta, que não é apenas dos vereadores, mas de toda a sociedade Arapiraquense e que desejam ver o plenário da Casa Vereadora Herbene Melo, completamente lotado pela população, que com certeza, também tem alguém com o problema, seja alguém da família ou mesmo um amigo.
Ao final das discussões, o presidente Jario Barros, comunicou aos demais vereadores, que Arapiraca estará recebendo este final de semana e durante todo mês de agosto, o Núcleo de Amor a Vida, que pretende também instalar em Arapiraca, um Núcleo para ajudar as pessoas que sofrem de depressão.

E no final dos trabalhos, o presidente da Casa, Jario Barros, informou aos demais vereadores, que foi convidado pelo prefeito Rogério Teófilo, nesta terça-feira (13), para tomar conhecimento, a cerca de uma sentença sobre os precatórios da educação.

Segundo a nota, nesta terça-feira (13), o juiz federal titular da 12ª Vara, Aloysio Cavalcanti Lima, publicou decisão que suspende a aplicabilidade da Lei n° 3350/2019, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada na semana passada pelo prefeito Rogério Teófilo. 

A decisão judicial impede o rateio dos recursos relativos ao precatório do Fundef para os profissionais da educação municipal. Ratificando o compromisso firmado com os servidores, o prefeito determinou à Procuradoria Geral do Município dar entrada, em caráter de urgência, com pedido de reconsideração da decisão liminar.

O gestor arapiraquense deu ciência do pedido de reconsideração que fará à justiça, ao presidente da Câmara Legislativa, vereador Jário Barros, e ao presidente da seccional Arapiraca do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), Paulo Henrique Santos Costa.
Ao receber o comunicado do prefeito Rogério Teófilo, O presidente da Câmara de Vereadores, Jário Barros, afirmou que todos os vereadores apoiam a decisão do pedido de reconsideração à justiça.
“Toda decisão judicial é para ser cumprida. Contudo, o pedido de reconsideração é plausível e dentro da lei, a Câmara de Vereadores e o Poder Executivo reconhecem o direito dos professores ao rateio. Mas tudo será conduzido respeitando as decisões judiciais.
Estamos na luta com os professores por esse reconhecimento pela justiça”, finalizou Jário Barros.

Arapiraca Câmara depressão Escolas palestras

Veja Também

Comentários