CAPACITAÇÃO

Agricultores girauenses participam de palestra sobre cooperativismo

Esta foi a segunda palestra realizada pela secretaria com o objetivo de capacitar os produtores rurais

POR: 7Segundos com assessoria
Agricultores girauenses participam de palestra sobre cooperativismo
Cortesia

Cerca de 40 agricultores familiares de Girau do Ponciano, participaram na manhã deste sábado, 10, de uma palestra sobre cooperativismo organizada pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Recursos Hídricos em parceria com o Sescoop - Sistema Nacional de Aprendizagem de Cooperativismo.

Esta foi a segunda palestra realizada pela secretaria com o objetivo de capacitar os produtores rurais para formação e implantação de uma cooperativa agropecuária no município de Girau do Ponciano, fortalecendo desta forma a agricultura familiar e melhorando a renda das famílias e consequentemente a economia local.

Perguntado sobre o que ele espera para a agricultura girauense com a implantação da cooperativa, o secretário Maciel Oliveira respondeu: “Eu espero que a gente possa integralizar a produção agropecuária daqui, de modo que o município cresça, desenvolva e o povo que planta e que cria tenha mais lucratividade, possa se fixar no campo e que os nossos produtos possam ir cada vez mais longe. A gente possa bastecer o mercado interno, a gente possa abastecer o estado, a gente possa ir pelos estados a fora, abastecer, inclusive, futuramente, o exterior, poder exportar o produto daqui, como a mandioca, o mel, o leite, a carne, o fumo, tudo isso a gente pode tá melhorando através da cooperativa, então a gente tem que está ao lado da cooperativa e da secretaria, dando aporte técnico pra que eles (produtores rurais) produzam e, produzindo assim, eles tenham para quem vender que é a cooperativa que vai buscar o comércio pra eles”.

Durante a palestra foram tratados vários assuntos relacionados implantação e ao funcionamento de uma cooperativa, entre eles os direitos, deveres e as vantagens de ser um cooperado, como explica a palestrante, e advogada do Sescoop, Mariana Araújo: “É um direito e dever, participar das assembleias, direito a sobras proporcionais ao que ele produziu na cooperativa, como dever ele tem que cobrir as perdas, caso haja, tem direito a se eleger nas assembleias e direito a voto, como vantagem, é você ser dono do próprio negócio, ter flexibilidade de horário, ver o que vai ou não produzir e além disso, ao invés deles deixarem o dinheiro com o atravessador, o dinheiro vai para cooperativa e, no final do ano, tendo sobras, o dinheiro volta pra eles.”

 

Galeria de Fotos


agricultura Alagoas Arapiraca Girau do Ponciano

Veja Também

Comentários