Grave acidente

Pai que protegeu filha durante acidente em Arapiraca morre no HEA

José Gomes da Silva, 55, estava internado na UTI desde o dia 6 de julho

POR: 7Segundos
Jullia teve fratura na perna direita; o pai não resistiu e morreu 15 dias após o acidente
João Henrique /7Segundos / Arquivo

Após passar 15 dias internado no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), José Gomes da Silva, 55, não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu na manhã deste domingo (21). José Gomes e a filha de dois anos foram atropelados no dia 6 de julho, no bairro Caititus, em Arapiraca. O condutor do veículo fugiu após o acidente.

A família relatou que no dia do acidente, José Gomes da Silva estava atravesando o Bosque das Arapiraca segurando na mão da filha de dois anos. Ao perceber a aproximação do veículo em alta velocidade, o pai teria colocado o corpo na frente da filha para evitar um maior impacto da colisão.

Julia Sofia, 2, teve uma fratura na perna esquerda. Foi intenada e liberada no outro dia do acidente.

Já o pai dela deu entrada no HEA com múltiplas fraturas e Traumatismo Craniano Encefâlico (TCE) , não resisistindo e falecendo neste domingo (21).

O corpo está sendo velado na Organização Social de Assistência Cristo Redentor (Osacre), localizada no bairro Baixa Grande, em Arapiraca, e o sepultamento será às 16h.

A família das vítimas conhhece o motorista que provocou o acidente. Ele foi identifcado apenas como "Titão". Eles afirmaram que o motoirsta dirige constantemente embriagado.

Apos o acidente no dia 6 de julho, os familiares foram até a casa dele e só encontraram o carro que ele dirigia guardado na garagem.

A Policia de Trânsito deve investigar o caso, já que a vítima faleceu em consequencia desse acidente.

acidente feridos grave mortos

Veja Também

Comentários