Prestadores de serviço

Demitidos da Saúde temem calote da prefeitura de Arapiraca

Contratados que trabalharam até 31 de maio ainda não receberam pelo mês de serviço

POR: 7 Segundos
Sede da Prefeitura de Arapiraca
Assessoria

Os prestadores de serviço que trabalhavam nas unidades de saúde de Arapiraca e que foram demitidos após a realização do último Processo Seletivo Simplificado (PSS) temem não receber o último mês de salário trabalhado pela prefeitura de Arapiraca. Eles foram desligados no dia 31 de maio e ainda aguardam o pagamento da folha salarial daquele mês.

"Tirei foto da minha frequência assinada, provando que trabalhei o mês inteiro. Então, tudo o que a gente espera é, ao menos, receber pelo período que trabalhou", informou uma das ex-contratadas. Ela pediu para não ter o nome divulgado por achar que pode ter ainda mais dficuldades em receber.

A ex-prestadora de serviço conta que, no dia 31 de maio, o diretor da unidade chamou ela e outros contratados para uma conversa e eles já imaginavam que era para anunciar as demissões, uma vez que, na época, a prefeitura de Arapiraca havia começado as chamadas para os aprovados no PSS da Saúde. "Esperávamos receber o último salário até o dia 14, e nada. Entramos em contato várias vezes com a secretaria, com o recursos humanos, e eles dizem que 'acham' que vai ser liberado tal dia, e quando chega nesse dia, não tem salário nenhum. Agora estou com escola dos filhos atrasada, várias contas atrasadas e sem nenhuma perspectiva de quando vou conseguir pagar", ressaltou.

De acordo com ela, entre os prestadores de serviço demitidos, alguns trabalhavam há anos para a prefeitura e não tinham outra fonte de renda. "Eu tinha apenas um ano de contrato, mas outros que foram demitidos tinham muito mais tempo e, até a prefeitura começar a fazer esses PSS, imaginavam que ficariam por muito mais anos ainda", declarou.

A ex-servidora conta que, em conversas com outros que estão na mesma situação surgiu a informação de que a prefeitura pode não pagar a folha de maio dos demitidos. "A informação que recebemos é que até mesmo aqueles que entraram no nosso lugar não receberam até hoje, 26 de junho. Se a prefeitura não está preocupada com quem trabalha, imagina com quem já demitiu!", realçou.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Arapiraca e solicitou informações sobre o pagamento dos prestadores da saúde que foram demitidos após o último PSS, mas até o fechamento da matéria não obtivemos nenhuma resposta. O Portal 7Segundos é um veículo de comunicação sério, que busca sempre ouvir todos os agentes envolvidos na informação. Por conta disso, mantém o espaço aberto para a prefeitura de Arapiraca se manifestar, por meio de nota, sobre a matéria.  

Arapiraca calote prefeitura de Arapiraca PSS serviço público

Veja Também

Comentários