rebitadeiras

Confira os tipos de rebitadeiras

Rebitadeiras manuais, a bateria e pneumáticas

POR: Assessoria
Rebitadeira
Reprodução

Se você já sabe o que são as rebitadeiras - também encontradas como rebitadores - e agora quer entender como diferenciar os modelos para adquirir o equipamento ideal para cumprir com as suas atividades, está no lugar certo!

As categorias de rebitadeira se diferenciam por fatores como: necessidades que atende e tipo de fonte de energia. Para conhecer cada uma delas, continue acompanhando o conteúdo.

Rebitadeiras manuais

A rebitadeira manual é útil para tarefas que exigem força manual! Pode ser usada com rebite de repuxo de cobre, rebite de repuxo alumínio, rebite de repuxo aço inox, e rebite de aço normal.

Quando for inserir rebite no rebitador manual, lembre-se de  verificar se tem o tamanho correto, se baseando espessuras do material a ser utilizado.

Esse equipamento tem excelente desempenho e não gera preocupações em relação a armazenamento, porque ocupa pouco espaço por ser mais compacta do que os outros modelos.

Rebitadeiras pneumáticas

Diferente do modelo manual, o rebitador pneumático requer menos força e pode proporcionar resultados mais precisos. Também garante mais agilidade e segurança aos procedimentos em que é utilizado!

Essa rebitadeira serve para rebitagens com rebite repuxo, rebite de rosca e rebite estrutural inox.

Rebitadeiras a bateria

É o melhor modelo de rebitadeira para quem precisa realizar tarefas em lugares que não possibilitam o uso compressor de ar. Portanto, é adequado e mais utilizado em reparos e montagens.

A rebitadeira a bateria pode contribuir para que os processos tenham maior rendimento do que as que exigem rebitadeiras conectadas em alguma fonte de energia, já que tem a vantagem de ser independente.

 

bateria e pneumáticas manuais rebitadeiras tipos

Comentários