SAÚDE

Qual a importância do papel do enfermeiro para tratamento de feridas?

Confira como é a atuação dele no tratamento

POR: Assessoria
Qual a importância do papel do enfermeiro para tratamento de feridas?
Freeimages

Para que o paciente tenha uma boa recuperação no tratamento de feridas é preciso que a região seja cuidada corretamente para que a cicatrização ocorra o quanto antes, bem como para evitar uma infecção pela fissura aberta na pele. Diante de todas essas informações, qual a importância do papel do enfermeiro para tratamento de feridas?

Tipos de feridas

A enfermagem em curativos serve para fazer o diagnóstico de uma ferida por meio de uma classificação que é dividia em três tipos de "intenções". A primeira refere-se às menores em que as bordas não estão muito afastadas, e que não apresenta nenhum tipo de infecção, ou edema.

Já a segunda, é quando o paciente tem uma perda considerável do tecido, com um maior afastamento das bordas podendo ser com ou sem infecção, que começam o processo de cicatrização a partir da epitelização (surgimento da pele rosada).

Por fim, a terceira é o tipo mais grave por necessitar de uma limpeza mais incisiva, em que é necessário aguardar o início da cicatrização por meio do surgimento do tecido de granulação de tons avermelhados.

Levando em consideração todo o conhecimento dos enfermeiros a atuação deles no tratamento de feridas é imprescindível para diagnosticar qual o melhor tratamento para queimaduras e  tratamento pés diabéticos.

Como é a atuação dele no tratamento

O Técnico em Enfermagem para Tratamento de Feridas tem um papel fundamental durante o tratamento de feridas, visto que não consiste apenas na simples troca de curativos constantemente.

Mais do que isso, o técnico em enfermagem curativos têm conhecimento teórico sobre a patologia da lesão para saber qual a melhor maneira de proceder, seja dos produtos a serem utilizados, como também se há a necessidade de complementar com medicamentos a fim de evitar problemas maiores como infecções, proliferação de fungos e afins.

Além disso, é importante contar com o serviço de técnicos em feridas e curativos capacitados para a função pois existem pacientes com maior propensão à desenvolvimento de lesões e com dificuldade de cicatrização por conta do quadro clínico apresentado.

Como por exemplo pacientes que precisam de tratamento de feridas crônicas seja para hipertensão arterial sistêmica, estomas, tratamento de feridas a especificidade das lesões oncológicas, lesão por doenças autoimunes, tratamento em pés diabéticos, e técnica de curativo em úlcera venosa além de tratamento de feridas e úlceras arteriais e mistas, entre outros.

Os tipos de feridas e tratamento variam de caso para a caso, como por exemplo o tratamento de feridas no domicílio que é indicado para pessoas acamadas, ou que utilizam cadeiras de rodas o trabalho costuma ser redobrado por conta da possibilidade do surgimento de fissuras na pele causadas pela pressão em proeminências ósseas.

A atuação dele consiste essencialmente na análise do organismo como um todo, pois a condição nutricional, emocional, e ambiental pode influenciar o quadro, seja positivamente, ou negativamente.

 

enfermagem papel do enfermeiro tratamento de feridas

Comentários