Aravantu

Prefeitura de Arapiraca não repassa dinheiro e quadrilha faz apelo para poder se apresentar

Organização da Mandacaru Junino tem até sexta (14) para pagar figurinos, mas repasse municipal não foi liberado

POR: 7 Segundos
Mandacau Junino promoveu uma série de apresentações no ano passado
Divulgação

Organizadores e integrantes da quadrilha Mandacaru Junino se apegam a uma última esperança para conseguir se apresentar este ano. Eles estão procurando empresários e comerciantes de Arapiraca para tentar levantar, até esta sexta-feira (14), a quantia de R$ 4 mil, para pagar pelo figurino necessário para as apresentações. Mas eles não estão buscando doações ou patrocínios, querem mesmo dinheiro emprestado, até que o repasse da prefeitura seja liberado.

"A quadrilha foi classificada, mas o nosso arraial não. O problema é que o dinheiro não foi liberado ainda e nós temos até esta sexta para pagar pelo figurino. Estamos tentando arrumar emprestado para pagar quando a prefeitura liberar o dinheiro da quadrilha", afirmou o organizador José Cícero. De acordo com ele. as apresentações deste ano são uma homenagem ao religioso Frei Damião.

Abalado pela possibilidade de o grupo formado por 32 jovens da comunidade Vale da Perucaba, que tem 22 apresentações marcadas, José Cícero chega a se emocionar sobre o trabalho. "Estamos desesperados, foram nove meses ensaiando com o pé no chão, na naioria das vezes em uma rua esburacada e até mesmo no escuro. Vários dos participantes estudavam à noite e saíam da escola direto para o ensaio, até às 22h. Depois de tanta dificuldade, se não conseguirmos dançar, vai ser uma grande decepção para todos", declarou.

A quadrilha Mandacaru Junino foi fundada no ano passado no residencial Vale da Perucaba, no bairro Olho d'Água dos Cazuzinhas, mas conseguiu envolver de tal forma a comunidade que os moradores se classificam como mandacuzeiros. Eles já estavam arrasados porque a comunidade não teve o projeto de arraial aprovado pela prefeitura de Arapiraca. A situação, inclusive, gerou revolta nos organizadores do evento. Eles alegam que o texto do projeto foi aprovado na primeira chamada, mas que ficou faltando apresentar um documento. Na segunda chamada, com a pendência documental resolvida, eles foram surpreendidos com a reprovação do texto, o mesmo que havia sido aprovado anteriorente.

Caso a organização não consiga levantar os R$ 4 mil até o dia 14, não terão figurino e irão desfalcar 22 festejos juninos, onde tinham apresentações marcadas até o final de junho, entre eles as comunidades de Vila São José, Cohab Nova e Cohab Velha, Taboquinha, Baixão, Santa Edwirges, Itapicuru, Brasiliana, Canafístula e Bálsamo, além das demais.

A reportagem entrou em contato com a assesoria de comunicação da Prefeitura de Arapiraca e perguntou quando o repasse para as quadrilhas aprovadas no edital junino será liberado e falou sobre a situação da Mandacaru Junino. Abrimos espaço para que o município se manifeste sobre a situação, como preza o jornalismo, dando espaço para ampla defesa e o contraditório, como sempre fez. No entanto, até o fechamento da matéria, nenhuma resposta foi encaminhada. 

 

Aravantu festejos juninos são joão são joão de arapiraca vale da perucaba

Veja Também

Comentários