após ação policial

Em Arapiraca, polícia acaba manifestação em rodovia contra morte de suposto traficante

Aniere dos Santos Silva morreu em confronto com a polícia

POR: 7 Segundos
Manifestantes protestaram contra ação policial em Arapiraca
Reprodução/ Vídeo

Em protesto contra a morte de um suposto comandante do tráfico, manifestantes fecharam a rodovia AL-110, nesta quinta-feira (6), em Arapiraca. Eles bloquearam a pista com pneus queimados, e o Corpo Bombeiros precisou ser acionado para controlar as chamas.

De acordo com a assessoria do 3° Batalhão de Polícia Militar, familiares e amigos protestaram contra a morte de Aniere dos Santos Silva, de 40 anos, que ocorreu próximo ao Sitio Laranjal, na noite dessa quarta-feira (4).

Na versão da polícia, os militares se descolavam para uma ação quando avistaram um Fiat Uno vermelho em atitude suspeita. Com a aproximação dos policiais, o motorista tentou fugir, mas acabou descendo do veículo e atirando contra a polícia. Após uma troca tiros, Aniere dos Santos foi levado ferido ao Hospital de Emergência (HE) do Agreste, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os manifestantes protestaram contra a ação policial. O protesto foi contido com a chegada dos policiais e os militares do Corpo de Bombeiros. Houve uma suspeita de disparo de tiros durante as manifestações, mas a polícia não encontrou armas de fogo no local.

Abordagem policial

Ainda segundo a assessoria do 3° BPM, após a troca de tiros, os policiais encontraram maconha e cocaína com suspeito, além de um revólver calibre 38.

Histórico

Aniere dos Santos Silva chegou a ser preso em operação que caçava suspeitos de tráfico de drogas e crimes de homicídios no Agreste de Alagoas, em 2018. A operação foi comandada pelo delegado Fábio Costa.

Na época, ele era suspeito de comandar o tráfico na região do Sítio Cajaranas, e a polícia encontrou uma quantia de maconha em sua residência.

ação da polícia AL-110 Arapiraca Manifestação

Veja Também

Comentários