ECONOMIA

Preço do novo iPhone no Brasil é o mais alto do mundo, diz pesquisa

Mapeamento de preços do Deutsche Bank aponta que aparelho da Apple nas lojas brasileiras custa o dobro em relação ao valor cobrado nos Estados Unidos

POR: R7
iPhone XS no Brasil é 164% mais caro do que nos EUA
Pixabay

Os brasileiros fãs da Apple não têm muitos motivos para comemorar o mais recente aparelho de marca, o iPhone XS, lançado no mês de setembro. De acordo com o mapeamento de preços realizado anualmente pelo Deutsche Bank, o telefone é vendido no Brasil por R$ 8.220 (US$ 2.050), valor mais alto entre os 40 países pesquisados pelo ranking.

De acordo com o levantamento do banco alemão, o valor cobrado pelo aparelho da Apple no Brasil é 164% mais caro em relação aos R$ 5.016 (US$ 1.251) cobrado pelo mesmo modelo nos Estados Unidos.

Especialistas ouvidos pelo R7 no lançamento do novo iPhone atribuem o alto valor dos produtos eletrônicos à alta carga tributária embutida nos itens que chegam ao Brasil, que pode variar de 39% a 42%. Os valores representam a cobrança do imposto de importação, PIS, Cofins e ICMS sobre os produtos importados.

O Brasil é seguido na lista de aparelhos mais caros por Turquia (R$ 7.538), Argentina (R$ 7.121), Índia (R$ 6.556) e Grécia (R$ 6.379).

O único país com o preço do novo modelo do iPhone menor do que o cobrado nos Estados Unidos é a Nigéria, onde o aparelho mais recente da Apple sai por R$ 4.723 (US$ 1.178), valor 5,8% menor ao cobrado nas lojas norte-americanas.

O Deutsche Bank afirma que o estudo foi produzido com base no preço obtido a partir do de sites oficiais da loja da Apple para o iPhone XS com display de 5,8 polegadas e 256GB de memória.

Na comparação com o preço de venda do iPhone 8, o valor do iPhone XS sofreu o terceiro maior reajuste entre os países consultados, de 169%, atrás apenas de Nigéria (+189%) e Argentina (+180).

Apple Brasil iPhone

Veja Também

Comentários