Tradução em libras

Aplicativo de startup alagoana é premiado pelo Google

Plataforma concorreu com mais de 2 mil iniciativas de mais de cem países e foi uma das 20 escolhidas

POR: , Agências e 7Segundos
Aplicativo desenvolvido por alagoanos está presente em mais de 2 milhões de celulares
Divulgação

A startup Hand Talk, que criou aplicativo e plug in, que usa inteligência artificial para traduzir textos e vídeos da internet na linguagem de libras foi uma das 20 vencedoras do Desafio Google em Inteligência Artificial (IA). A plataforma foi fundada em 2012 e usa um personagem em 3D, batizado de "Hugo", para fazer a tradução, facilitando a comunicação de surdos e de pessoas com deficiência auditiva.

O Desafio Google de Impacto em IA premia tecnologisas de impacto social em todo mundo. Um total de 2.602 empresas, entidades e pessoas de 119 países se inscreveram para o prêmio e a Hand Talk, como uma das escolhidas, irá receber R$ 3 milhões, que devem ser investidos no desenvolvimento da plataforma.

Os fundadores da Hand Talk, os alagoanos Ronaldo Tenório, Carlos Wanderlan e Thadeu Luiz, afirmam que pretendem usar o dinheiro da premiação para expandir o aplicativo, que atualmente só traduz textos e áudios em português. Uma das metas é fazer com que o Hugo possa também fazer tradução para a língua de sinais americana.

"Temos intérpretes surdos validando os sinais, desenvolvedores, cientistas de dados, designers e animadores 3D para fazer o Hugo ganhar vida", explicou Ronaldo Tenório.

A versão do Hand Talk para celular já foi baixada e mais de dois milhões de aparelhos no país. Além disso, a startup está sendo contratada por grandes empresas, como Sansung, Bradesco, Natura e Avon, que querem dispor da tecnologia em suas páginas de internet.

Alagoas Aplicativo Google Hand Talk plataforma digital plug in prêmio startup

Veja Também

Comentários