Violência

Uma das vítimas baleadas em atentado em Palmeira morre na UPA

Mototaxista clandestino passou por cirurgia e está na ala laranja do HEA

POR: 7 Segundos
A dupla tentativa de homicídio foi registra em Palmeira dos Índios, no Agreste de Alagoas
Cortesia

Um dos jovens baleados na madrugada de quarta-feira (15), em Palmeira dos Índios, morreu esta manhã em decorrência dos ferimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município. O corpo de Josivaldo Soares da Silva, 21, conhecido pelo apelido de "Báia", deve ser encaminhado para o IML de Arapiraca.

Ele estava como passageiro na motocicleta pilotada por João Victor Bezerra da Silva, que trabalhava como mototaxista clandestino. Eles seguiam na direção do conjunto Brivaldo Medeiros, onde ambos residem, quando foram surpreendidos por disparos de arma de fogo efetuados por um homem desconhecido, que após as vítimas caírem do chão, fugiu do local a pé.

João Victor foi atingido por um disparo na cabeça e ainda durante a madrugada foi transferido para o Hospital de Emergência do Agreste. Segundo informações, ele foi submetido a uma cirurgia e está internado na ala laranja.

Até o momento, a polícia não tem pistas sobre o autor do crime.  

atentado dupla tentativa de homicídio hospital de emergência do agreste mototaxista clandestino Palmeira dos Índios upa de palmeira dos índios

Veja Também

Comentários