Em Maceió

Sargento que executou soldado em Arapiraca morre após troca de tiros com a polícia

Sargento resistiu à prisão e foi atingido durante troca de tiros no bairro Benedito Bentes

POR: 7Segundos
Sargento Valterly Lima resistiu à prisão e morreu após troca de tiros com o Bope
Arquivo pessoal

O sargento Valterly Barbosa de Lima morreu na manhã desta terça-feira (19), após trocar tiros com guarnições da Rádio Patrulha, no bairro Benedito Bentes,em Maceió. Na noite desta segunda-feira (18), o sargento Valterly Lima executou o soldado Ivanilton Leão,44, em um espetinho localizado no bairro Brasiília, em Arapiraca. 

Após o crime,  guarnições da PM de todo o estado iniciaram uma busca na tentativa de prender o suspeito.

A guarnição da Rádio Patrulha do 5º BPM,  recebeu a informação de que o carro usado na fuga do sargento Valterly Lima estaria no Residencial Vilage das Flores, localizado no Benedito Bentes.

Segundo informações do 5º BPM, a guarnição se deslocou até o local, e ao chegar no apartamento onde o sargento estaria escondido, a guarnição pediu para ele se entregar. O sargento teria respondido que não se entregaria.

Os militares da RP informaram que teria que arrombar a porta para efetuar a prisão e ao entrar na residência foi recebida com disparos de arma de fogo.

Ainda de acordo com informações do 5º BPM, os militares reagiram e na troca de tiros, o sargento Valterly Barbosa de Lima, foi atingido.   

Valtely Lima, que é lotado na 1ª Companhia Militar de São Miguel dos Campos, chegou a ser socorrido até o Hospital Geral do Estado (HGE) mas não resistiu e morreu. 

O homicídio   

De acordo com testemunhas, na noite desta segunda-feira (17)  o soldado Ivanillton Leão de Farias, 44, estava em um espetinho na Rua André Leão, no bairro Brasília, em Arapiraca, quando teria inciado uma discussão com o colega que é sargento da Polícia Militar. A vtima é lotada no 3º BPM e o suspeito é lotado na 1ª Companhia Militar de São Miguel dos Campos. 

Ivanildo Leão de Farias foi atingido no tórax e nas axilas. Ele foi levado por populares no próprio veículo até o Hospital de Emergência do Agreste (HEA) mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu na sala de cirurgia da unidade hospitalar.

A primeira versão que surgiu para a motivação do crime é que o policial Ivanilton Leão de Farias, por brincadeira, teria passado a mão nas nádegas do sargento que não teria gostado da brincadeira e iniciado a discussão com o colega. 

Testemunhas ainda afirmaram que antes de executar os disparos o sargento teria dito :" Não faça mais isso comigo". 

Uma outra versão é que a vítima seria agiota e teria feito uma cobrança ao sargento Valterly Lima que se sentiu envergonhado e teria cometido o crime. 

Galeria de Fotos


Arapiraca cabo executar militar

Veja Também

Comentários