Risco à saúde

Carne é vendida em bancas enferrujadas em Arapiraca

Prefeitura diz que feirante é responsável pelo estado da banca

POR: 7Segundos
Carnes são vendidas sem condições ideais de higiene em feiras de Arapiraca
Cortesia

O risco de consumir carne de qualidade duvidosa em Arapiraca não está apenas no abate clandestino, mas até mesmo na maneira como o alimento é vendido nas feiras livres. Na manhã deste domingo (10), as pessoas que costumam frequentar a feira localizada no bairro Jardim Esperança estão comprando carne e outros gêneros alimentícios em bancas que não oferecem condições de higiene adequadas.

As carnes são expostas, sem nenhuma proteção, em cima das chapas metálicas que apresentam sinais de ferrugem. Os próprios feirantes denunciaram a situação ao 7Segundos. Eles informaram que pagam uma taxa à prefeitura, que é proprietária das bancas. De acordo com informações, mais de cem bancas da feira do Jardim Esperança têm marcas de ferrugem e não seriam apropriadas para a venda de alimentos.

Em Arapiraca, 80% da carne comercializada tem origem duvidosa, como o 7Segundos denunciou em reportagem publicada no dia 7 de março. Nesse dia, a Vigilância Sanitária de Arapiraca (Visa) informou que desde o início do ano, aproximadamente 600 quilos de carne foram apreendidos na cidade, devido a falta de condições de consumo e a falta de documentos que atestam a origem.

Na nota encaminhada pela prefeitura, a Visa afirmou que a fiscalização do comércio de carnes em feiras livres, mercado público, açougues e supermercados acontece todos os dias da semana, inclusive aos sábados e domingos, e que além do aspecto da carne e da documentação exigida, as condições do local da venda também são avaliadas.

No entanto, de acordo com os feirantes que fizeram a denúncia, não há fiscalização na feira do bairro Jardim Esperança. “Se fiscalizarem, vão ter que admitir que o erro cometido é deles próprios”, afirmou um deles.

A prefeitura de Arapiraca afirmou, por meio de nota, que a responsabilidade pela manutenção das bancas é do próprio feirante:

A Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, informa que a manutenção das bancas é responsabilidade do feirante. Ao mesmo tempo, é importante salientar que há apenas um fornecedor para esse tipo de banca utilizada pelos feirantes do bairro Jardim Tropical. O Município está estudando a melhor forma para que esse material seja reparado ou substituído o mais rápido possível.

Vale informar, ainda, que a Secretaria de Saúde, através da Vigilância Sanitária, tem realizado constantes fiscalizações nas feiras livres e mercados de Arapiraca, para garantir a qualidade e higienização adequada dos produtos ofertamos nesses locais à população.

 

Arapiraca bairro jardim esperança bancas de feira denúncia Feira Livre prefeitura de Arapiraca Vigilância Sanitária de Arapiraca visa

Veja Também

Comentários