Combustível

Preço da gasolina ainda é polêmica em Arapiraca

Diferença chega a 70 centavos por litro, se comparado aos preços praticados em Maceió

POR: Patrícia Bastos
Preço da gasolina em Arapiraca continua a ser motivo de reclamação
Josival Meneses/7 Segundos

Mesmo com as sucessivas reduções de preço nas refinarias, o preço da gasolina em Arapiraca mantém o mesmo valor nas bombas, considerado injusto pelos motoristas, principalmente se comparado aos preços praticados em Maceió.

Na manhã desta quarta-feira (06), a reportagem do 7Segundos conferiu preços de combustíveis em Arapiraca e Maceió e constatou que a diferença chega a R$ 0,70 por litro de gasolina. 

Com isso, encher o tanque de um carro popular - com capacidade para 50 litros - custa R$ 219,95, considerado o preço do de R$ 4,399 por litro cobrados na maioria dos postos de Arapiraca. Em Maceió, o custo para encher o tanque em um posto que cobra R$ 3,699 é de R$ 184,95, uma diferença de R$ 35, ou de pouco mais de 9 litros de combustível.

Desde o começo do ano, o preço da gasolina nas refinarias só diminuiu e, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, conhecida como ANP, no mês de janeiro houve uma redução no preço médio da gasolina em Alagoas, em 2,4%. Cerca de um mês atrás, o preço do combustível em Arapiraca ficava em torno de R$ 4,699, mas a redução de apenas 30 centavos por litro está longe de agradar ao consumidor.

Nem mesmo a ação do Procon Arapiraca foi capaz de melhorar o preço nas bombas. O órgão fiscaliza os postos de combustíveis e, no mês passado chegou a fazer reuniões com os proprietários dos postos, que apresentaram planilhas de custos. Segundo o coordenador do Procon, Denys Reis, a margem de lucro dos proprietários não pode ser considerado abusiva e em relação ao "alinhamento de preços", apenas a Agência Nacional do Petróleo (ANP) e outros órgãos de fiscalização tem prerrogativas para investigar. O resultado do estudo sobre o preço dos combustíveis foi encaminhado para a ANP, Ministério Pùblico Estadual e Câmara Municipal de Arapiraca no fim de janeiro.

Com as reclamações dos motoristas de Arapiraca, o anúncio de que postos de combustíveis de Palmeira dos Índios estavam cobrando R$ 3,799 havia animado motoristas de Arapiraca, que consideravam viajar para abastecer o tanque. No entanto, de acordo com o coordenador do Procon de Arapiraca Denys Reis, a redução de preço foi promoção de um dia feita pelo proprietário do posto de combustíveis.

Galeria de Fotos


ANP Arapiraca Maceió preço da gasolina procon arapiraca

Veja Também

Comentários