Trama criminosa

Boiadeiros encomendam mortes de prefeita e deputado por R$ 290 mil

Polícia afirmou que plano foi descoberto após a prisão de um dos pistoleiros

POR: 7Segundos com PC
Deputado estadual, e a esposa, prefeita de Batalha, seriam os alvos dos pistoleiros
Redes sociais

O Polícia Civil de Alagoas descobriu, que José Márcio Cavalcante de Melo,  o "Baixinho boiadeiro" encomendou a morte da prefeita de Batalha, Marina Dantas, e do esposo dele, o deputado estadual Paulo Dantas.  Pistoleiros pernambucanos receberam R$ 290 para executar o  duplo homicdio.   

A investigação da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Delc), comandada pelos delegadosThiago Prado, Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Fabrício Lima, aponta que  a trama criminosa dos Boiadeiros para executar os Dantas foi descoberta após a prisão de um dos pistoleiros. 

O crime foi encomendado no início do mês de junho de 2018 e a ordem era que o casal fosse morto antes das eleições para evitar que Paulo Dantas se elegesse ao cargo de Deputado Estadual para o qual concorria. O plano foi confirmado por meio de áudios do aplicativo whatsApp cujas suspeitas levam a voz de Baixinho Boiadeiro cobrando o término do serviço.

Ainda de acordo com a PC, nos áudios os Boiadeiros explicam para os pistoleiros como funciona o esquema de segurança da prefeita Marina Dantas e do deputado Paulo Dantas. Na conversa, os Boiadeiros afirmam que em um do trecho entre as cidades de Batalha e Jacaré dos Homens, seria “fácil” executar as duas mortes.

Os suspeitos  relatam nnas gravações  que as armas utilizadas para executar os Dantas seriam fuzis  e que o plano de execução ocorreia quando as vítimas estivessem dentro do carro.  O plano de fuga para os pistoleiros, os quais retornariam para Pernambuco através de uma rodovia que liga à cidade de Águas Belas.

Segundo a PC, em alguns dos áudios também pode ser ouvida a voz de “ Zé do Laercio Boiadeiro”. A comprovação do envolvimento dos suspeitos na trama criminosa será realizada através de laudo do IC que analisará o padrão de voz dos investigados.

Os demais suspeitos citados serão investigados e o caso corre em segredo de justiça.

Batalha Boiadeiros Dantas Paulo Dantas pistoleiros prefeita

Veja Também

Comentários