Fé e devoção

Festa da padroeira: chegada da cavalgada emociona fiéis que lotaram a praça

A imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho veio pela quarta vez nas mãos da amazona Cristina Mércia

POR: Assessoria
A imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho veio pela quarta vez nas mãos da amazona Cristina Mércia
Assessoria/Samuel Alves

Depois de passar pelas cidades de Bom Conselho-PE, Rainha Isabel-PE, Palmeira dos Índios-AL e Igaci-AL, a réplica da imagem da padroeira de Arapiraca ainda percorre mais 8km assim que entra nos limites do município agrestino.

Os cavaleiros e amazonas da Associação dos Criadores de Cavalos de Sela de Arapiraca (Acesa) apenas param para almoçar após concluírem o mesmo trajeto feito por Manoel André, o fundador.

Ele veio do interior pernambucano até aqui, em 1864, carregando a imagem de Nossa Senhora da Guia. E houve certa confusão assim que ele chegou. Segundo relatos, alguém teria gritado: “Viva Nossa Senhora do Bom Conselho!”. E o coro se formou.

A referência era à cidade de onde ela vinha, não à santa em si. Mas para o empresário José Levino, de 66 anos de idade, isso é indiferente. “Nossa Senhora é uma só; a mãe de Jesus”, diz.

E complementa: “Esta cavalgada remonta àquele mesmo sentimento primeiro. Do povo vendo a chegada da santa, vindo a cavalo. A história se repetindo, se refazendo, revivendo. Ela deve sempre ser contada e recontada. A cavalgada já virou tradição”.

De fato, há quase duas décadas a Acesa, com o apoio direto da Prefeitura de Arapiraca, faz este percurso, realizando paradas estratégias nos municípios e povoados. São ao todo três dias de viagem, com os animais tendo todo tratamento veterinário devido.

Para José Levino, este zelo com o cavalo se reflete também em que está montado nele. “A gente se emociona vendo o povo na plateia encantado com a chegada da santa. Os cavaleiros e amazonas, igualmente emocionados. É uma manifestação não só de fé, mas cultural. Faz parte da nossa Arapiraca”, pontua ele, que sempre foi católico.

“Agora é só agradecer pelas bênçãos e desejar o melhor para os outros”, conclui. Ele hoje está à frente do RodoCenter, Hotel Sol Nascente, Reserva e Jardins Perucaba e Grupo Coringa e deve tudo isso à interseção divina – especialmente de Maria Mãe do Céu.

Diante de seu olhar concentrado, a réplica da padroeira chegou por volta das 16h30 deste sábado (2) com uma recepção calorosa do público, que lotou o Largo Dom Fernando Gomes, no Centro de Arapiraca.

A imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho veio pela quarta vez nas mãos da amazona Cristina Mércia, de 30 anos, que estava também a caráter, o que deu uma aura ainda mais bonita ao ato religioso. Ela a entregou nas mãos das autoridades religiosas presentes, o bispo diocesano dom Valério Brêda, o bispo emérito dom Hildebrando Costa e o pároco e padre Antenor Montenegro Jr. Em seguida, quem a segurou firmemente foi o prefeito Rogério Teófilo.

Neste momento, foi a hora da procissão que percorreu as principais ruas do Centro, com novas demonstrações de fé. A todo momento, a organização do evento puxava o canto e as orações, trazendo sempre o povo para perto da celebração.

Na volta, a missa campal ecoou as bem-aventuranças pela praça pública repleta de fiéis. E este ano é especial: a Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho está fazendo 75 anos. Viva!

Galeria de Fotos


acesa Arapiraca cavalgada Nossa Senhora do Bom Conselho procissão

Veja Também

Comentários