“Foi desrespeitoso”

[Vídeo] "Foi desrespeitoso" Amilka foi exonerada sem ser avisada, diz Dudu Albuquerque

Ex-deputado concedeu entrevista ao 7Segundos e deu detalhes do rompimento político com Rogério Teófilo

POR: 7Segundos
Dudu Albuquerque
Reprodução/7Segundos

Com aproximação do pleito de 2018, e o início efetivo da campanha eleitoral, o cenário político em Arapiraca voltou a esquentar. Desta vez, esta reportagem traz uma entrevista exclusiva com o ex-deputado estadual Dudu Albuquerque, que já foi vereador por Arapiraca e já concorreu ao cargo de prefeito na mesma cidade.

O 7Segundos tem noticiado desde o início deste ano diversos conflitos políticos relacionados na gestão do atual prefeito Rogério Teófilo. Algumas de suas alianças mais fortes foram se desfazendo, como a da família Pessoa e de Dudu Albuquerque; peças essas fundamentais na eleição do prefeito, e que se sentiram traídas com a falta de apoio no próximo pleito.

O primeiro conflito foi em decorrência da candidatura de Moacir Teófilo Neto, seu filho, a deputado estadual, quando o combinado era o apoio à Breno Albuquerque e à vice-prefeita Fabiana Pessoa, que também já demonstrava interesse na candidatura à ALE e que lançou posteriormente o nome de seu filho Randerson Pessoa.

De acordo com Dudu Albuquerque, o apoio a Breno havia sido combinado antes mesmo das eleições municipais de 2016. O ex-deputado explica ainda que a Secretaria entregue posteriormente aos encargos de Amilka Melo já estava também acordada no período de campanha.

Na última quinta (6), a Prefeitura de Arapiraca divulgou a exoneração da secretária Amilka Melo, esposa de Dudu Albuquerque, que esteve à frente da pasta de Desenvolvimento Social na gestão Teófilo por dois anos. Apesar de informar em nota que “trata-se de uma mudança natural, que faz parte da conjuntura política e democrática pela qual passamos”, Dudu explicou que a demissão foi política e considerou desrespeitosa a forma como Amilka foi tirada da Secretaria:

“Como a gente foi praticamente esquecido pelo prefeito, nossa família resolveu assumir outros compromissos políticos. Eu fui ao gabinete dele com a carta de exoneração da minha esposa. A gente queria sair pela porta da frente, assim como entramos. Entendo que não é prudente continuar neste projeto, porque não vamos apoiar os mesmos candidatos, e ele pediu que eu tivesse paciência e analisasse melhor. Não tenho nada contra o senador Benedito de Lira, isso é questão de opção. Fui duas vezes com a intenção de entregar a carta de exoneração. E esta semana, fomos pegos de surpresa.

Acho que da maneira que foi, foi desrespeitosa. Excluíram Amilka do grupo de secretários no WhatsApp, a exoneração dela saiu sem sequer ter tempo de fazer a despedida dela, ou pelo menos ir pegar suas coisas na gaveta da Secretaria. Só soubemos porque um assessor de imprensa da Prefeitura ligou pra Amilka e informou que ela tinha sido exonerada”.

O ex-deputado avaliou negativamente a gestão do atual prefeito:  “Do fundo do meu coração, eu torço para que a gestão comece a trabalhar. Espero que encontre o caminho. O prefeito tem 80% de rejeição. Não tem nenhuma obra inaugurada, dificuldades em todos os setores. Por causa do excesso de burocracia, as coisas aqui não andam. São dois anos de gestão, e são dois anos de inércia”.

 

Confira a entrevista exclusiva do 7Segundos com Dudu Albuquerque:

 

 

Alagoas Amilka Melo Arapiraca Dudu Albuquerque eleições 2018 Política Rogério Teófilo

Veja Também

Comentários