Peças soltas

Polícia começa a investigar triplo assassinato, em Girau do Ponciano

POR: 7Segundos com Assessoria
Família é assassinada enquanto dormia, em Girau do Ponciano
Cortesia

O triplo homicídio ocorrido no início da manhã desta quinta-feira (9), em Girau do Ponciano, no Agreste alagoano, já começou a ser investigado pela polícia.

Segundo a delegada Daniella Alves Andrade, responsável pelo caso, um verdadeiro quebra-cabeças está sendo montado, enquanto equipes estão realizando diligências à procura dos envolvidos na chacina. Rosália Nunes dos Santos Silva, mãe de Edvânia (vítima do homicídio), revelou que outro filho conhecido como “Quinho” foi morto há dois anos, com golpes de arma branca, no mesmo local. Dois suspeitos desse homicídio, segundo a polícia informou à época, foram identificados como Manuel e seu filho Josuel, moradores de Girau. Logo depois do crime, a casa dos suspeitos foi incendiada e Edvânia e o esposo, Edivaldo Claudino, passaram a ser os principais suspeitos por se sentirem inconformados com o assassinato de "Quinho". O caso estava em tramitação no Fórum de Girau do Ponciano.

Rosália também confessou que teme por sua própria vida. A aposentada contou que está se recuperando de uma cirurgia no fêmur e que, no momento do triplo assassinato, chegou a ouvir um barulho, mas que jamais imaginou que uma coisa dessas pudesse acontecer.

Depois de periciados, os corpos das vítimas foram recolhidos pela equipe do Instituto de Medicina Legal de Arapiraca.

Alagoas Girau do Ponciano investigação Polícia Triplo assassinato

Veja Também

Comentários