Como a culpa é minha?

[Vídeo] Devinho Novaes diz ter sido agredido por 'tenente' em Coruripe

Cantor alega ainda que o dono de um hotel em Bom Conselho expulsou uma convidada sua

POR: 7Segundos
Cantor Devinho Novaes
Divulgação/Internet

O cantor nordestino Devinho Novaes, recém revelado para o sucesso nacional, se envolveu em uma confusão nesta noite de São Pedro (28). O artista fez show em Coruripe, região sul de Alagoas, e acusou um segurança do local de agressão.

Devinho se apresentou primeiro em Bom Conselho (PE), na noite dessa quarta (27). Em sua conta do Instagram, o cantor disse ter tido um atendimento ruim no hotel em que ficou hospedado, chamando o proprietário de “ignorante” e “cachaceiro”.

“Bom Conselho é bom demais, gostei muito da galera aqui, agora este hotel aqui, eu odiei. O proprietário é ignorante, cachaceiro ainda... eu trouxe uma menina pra conhecer, aqui de Bom Conselho, conheci no show. Ele mandou a menina descer, com ignorância, sabe nem tratar as pessoas bem”, disse Devinho. O proprietário do hotel não foi identificado, porém, o áudio de alguém que parece ser próximo do homem citado afirma que Devinho tentou levar uma garota menor de idade ao local, e esse seria o motivo da dita expulsão.

Após o espetáculo em Bom Conselho, o artista se apresentou em Maceió e em Coruripe. Após o show da última cidade, Devinho gravou novos stories acusando um dos seguranças de agressão. “Aconteceu uma coisa irritante para mim. Um 'tenente' aqui de Coruripe.... eu tava tentando sair, o cara me enforcou, me deu um soco na garganta. Apontou arma para mim ainda! ”, disse o cantor, aos prantos.

Confira o vídeo:

Devinho já apagou de sua conta todos os stories que mencionam as duas confusões. O 7 Segundos procurou a assessoria do artista, que disse estar ainda tentando saber o que aconteceu. A Polícia Militar de Alagoas, através do 11º BPM, informou que "de forma nenhuma foi um agente da Polícia Militar". Segundo as informações do Batalhão, a confusão envolveu os seguranças particulares da festa, que tinham vestimentas pretas parecidas com a dos PM's. Além disso, os agentes da polícia estariam longe na hora da briga, e que não havia nenhum tenente em serviço no espetáculo.

agressão Alagoas Briga coruripe Devinho Novaes polícia militar

Veja Também

Comentários