Desnecessário

[Vídeo] "Reforma é suficiente", dizem vereadores sobre novo IML em Arapiraca

POR: 7Segundos
Câmara de Arapiraca I
Josival Meneses/7Segundos

Durante sessão ordinária realizada pela Câmara Municipal de Arapiraca, na noite desta terça-feira (03), os dezessete vereadores eleitos no último pleito estiveram presentes, pela primeira vez, desde o início das atividades do ano de 2018. O fato poderia ser o indicativo de uma noite produtiva e com discussões que demonstrassem ao público presente o engajamento dos parlamentares em soluções específicas, para os muitos problemas que Arapiraca vem enfrentando. Não foi!

Mais uma vez, substituição de lâmpadas, reformas, médios consertos e afins, entraram na pauta da noite em detrimento de projetos estruturantes que revogassem ao município o antigo título de “cidade que mais cresce em Alagoas”.

No entanto, uma Indicação dos vereadores Léo Saturnino (MDB) e Fábio Henrique (PCdoB), que parecem incomodar a "gregos e troianos" pelo destaque que vêm alcançando no cenário político alagoano, colocou a Casa Herbene Melo numa discussão, no mínimo, interessante.

Os jovens políticos solicitam ao governador do estado, Renan Filho (MDB), e ao Coronel Lima Júnior, a construção de um novo IML (Instituto Médico Legal) para Arapiraca. O argumento para o pedido é a falta de estrutura do prédio onde atualmente funciona àquela unidade.

O IML tem a função de fornecer bases técnicas em Medicina Legal para o julgamento de causas criminais. A necropsia, também chamada de autópsia (exame do indivíduo após a morte) é a mais conhecida de suas funções. A maior parte do atendimento (70%) é dada a indivíduos vivos, pessoas que foram vítimas de acidentes de trânsito, agressões, acidentes de trabalho, entre outros.

Quem já teve a oportunidade de visitar as instalações do órgão em Arapiraca, pôde constatar que há carências estruturais que volta e meia são destaque na mídia como lugar 'desumano e brutal'. Essa é a leitura de centenas de famílias que já passaram por lá.

Alguns vereadores, usando a tribuna para opinar sobre a Indicação de Fábio e Léo, discordaram da necessidade de uma nova sede. Segundo eles, seria “dispendioso” e “desnecessário”, uma vez que apenas uma reforma acabaria com os problemas atuais. E, assim, gastaram a noite com réplicas e tréplicas que poderiam ter se construído em argumentos sólidos, para unificar o desejo de milhares de eleitores que precisam e merecem uma cidade melhor.

Veja no vídeo, as palavras do vereador Fábio Henrique (PC do B) sobre os trâmites da solicitação e o resumo da noite pela Presidenta da Câmara, Professora Graça (PDT).

 

Galeria de Fotos


Arapiraca câmara de vereadores Fábio e Léo IML Professora Graça

Veja Também

Comentários