Pão de Açúcar

[Vídeo] Mãe denuncia risco de alunos abrigados em prédio alugado

Estudantes estão em local que passa por obras, enquanto aguardam entrega de escola em reforma

POR: 7Segundos
Fachada da Escola Rui Palmeira
Reprodução/Facebook

A mãe de um aluno da Escola Municipal Rui Palmeira, no município de Pão de Açúcar, Sertão de Alagoas, postou em sua rede social um vídeo mostrando indignação em razão do improviso nas salas de aulas de um prédio alugado. As imagens mostram o risco onde crianças de nove e dez anos estão estudando. A publicação foi feita nessa terça-feira (20).

Patrícia dos Anjos postou além dos vídeos, várias fotos mostrando o prédio em reforma. O local está situado em frente a escola Municipal Rui Palmeira que também passa por reforma. O prédio foi alugado e deveria abrigar os alunos até a conclusão das obras da escola, mas o local também passa por reformas e mão, indignada, alerta para os riscos a que educadores e alunos estão expostos.

“Vejam as condições que colocaram os alunos do terceiro e quarto ano da Escola Rui Palmeira. Isso é um verdadeiro show de incompetência. Parabéns senhor prefeito”, disse a mãe revoltada com a situação. Ainda de acordo com relatos da mãe, outras unidades escolares estão na mesma situação, em decorrência das melhorias anunciadas pela Prefeitura. O ano letivo já registra atraso de pelo menos 45 dias.

Em outra publicação, a mulher aponta a quantidade de pedreiros no local, com muita poeira, cheiro forte de tinta, sem ventilador e um ar-condicionado que não funciona. Ela alerta para o risco de acidentes e questiona se é a única que não gostou do que viu (em referência ao ambiente ainda em reforma).

Por meio de nota, a prefeitura de Pão de Açúcar pediu desculpas aos pais, professores e colaboradores  pelos incômodos causados por ocasião da reforma, ?no anexo da escola senador Rui Palmeira. O imóvel anexo foi alugado para atender à demanda de ?50 ?alunos? por turno?, face a  imensa procura por  matrículas que felizmente ocorreu ocupando todos os espaços disponíveis na rede.

Confira a nota na íntegra:

Pedimos desculpas aos pais, professores e colaboradores  pelos incômodos causados por ocasião da reforma, ?no anexo da escola senador Rui Palmeira. O imóvel anexo foi alugado para atender à demanda de ?50 ?alunos? por turno?, face a  imensa procura por  matrículas que felizmente ocorreu ocupando todos os espaços disponíveis na rede.

Como segunda opção, aguardamos autorização encaminhada à secretaria estadual de educação, para ?que as aulas do anexo sejam realizadas na escola ?estadual Rosália Sampaio Bezerra, enquanto a reforma do anexo seja concluída.

?I?nformamos que a situação de segurança  e integridade física dos alunos está assegurada.? ? As áreas que poderiam representar situação de risco estão interditadas.? ?A supervisão escolar? no anexo? foi  reforçada e permanece atenta?, e que a permanência dos alunos na unidade em reforma dá-se apenas dentro das duas salas de aula. Todas as atividades de convivência e recreação são realizadas no prédio da senador Rui Palmeira sem alteração em sua rotina.?
?
Reiteramos os pedidos de   desculpas, ao tempo em que  contamos com apoio e compreensão de todos,  para que esta etapa seja superada e os principais objetivos sejam  alcançados ? que é o de ?mantermos a regularidade do calendário letivo  e ?entregarmos ?? ?serviço essencial para toda comunidade.

Assita vídeo:

 

Alunos denúncia educação reforma

Veja Também

Comentários