Agressão

"A Lei Maria da Penha é imbecil e drástica", diz humorista sobre acusação de agressão à ex-mulher

POR: G1 e Correio 24 horas
Alexandra do Nascimento denunciou que sofreu agressões do ex-namorado, o humorista Renato Fechine
Reprodução / TV Bahia

Com hematomas pelo rosto e corpo, a vendedora Alexandra do Nascimento denunciou à polícia que sofreu as agressões do ex-namorado, o humorista Renato Fechine. De acordo com Alexandra, ela foi espancada por Fechine, com quem manteve um relacionamento de sete meses, na madrugada do dia 22 de janeiro, na casa do artista em Salvador.

"Ele me deu um murro no olho. O [murro] do ouvido eu nem lembro como foi que aconteceu. Ele me enforcou, até hoje eu estou com dificuldade para mastigar. Eu acho que se eu não tivesse me trancado no banheiro, teria acontecido coisa pior", relatou Alexandra.

Após repercussão na mídia, o humorista falou com a imprensa. Negou que tivesse batido na mulher e disse que ela se agrediu sozinha após tomar remédios durante um surto por causa de ciúmes. Segundo Fechine, no dia do ocorrido, a mulher teria pedido para ir até sua casa. Ao chegar ao local, Alexandra teria ficado com ciúmes de algumas amigas dele e, quando as convidadas foram embora, a ex-namorada começou a bater em si mesma.

Posso fazer o quê se eu sou gostoso? Ela ficou com ciúmes. Ela que quebrou o copo na cabeça e saiu se furando e se batendo toda”, alegou. "A Lei Maria da Penha é imbecil e drástica. Tudo isso é mentira. Eu estou vendo minha filha chorando, porque o que ela [Alexandra] está dizendo sobre mim é irreversível”, afirmou o humorista.

Galeria de Fotos


agressão Maria da Penha Renato fechine Salvador

Veja Também

Comentários