Mais turistas

Dia da Consciência Negra tem ocupação de 70% em Alagoas, diz ABIH

POR: Assessoria e Sete Segundos
Belezas naturais de Alagoas são apresentadas em São Paulo para cerca de 30 mil profissionais do setor de Turismo
Ascom Sedetur

Os “feriadões” têm sido muito esperados pela hotelaria alagoana. Em época de crise econômica e política, os dias comemorativos que geram folga são possibilidades de viagem e vinda de turistas para Maceió.

A expectativa agora é por conta do feriado de hoje (20) em celebração ao Dia da Consciência Negra, que registra ocupação hoteleira média de 72% - segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH-AL). O número é similar ao de 2015, que marcou 73%, quando a data também caiu próximo ao final de semana.

Fato positivo diante do momento de crescimento vivido pela hotelaria alagoana. Só para os próximos seis meses, o setor prevê a inauguração de sete novos hotéis e 2.200 novos leitos. No entanto, ainda são sentidos os efeitos da economia nacional.

Isso porque os meios de hospedagem têm sofrido com o congelamento das tarifas, que estão os mesmos valores de 2014, o que dificulta o acompanhamento dos custos, que tem aumentado ano a ano.

Para o presidente da ABIH-AL, Maurinho Vasconcelos, os dados são reflexo do trabalho que vem sendo realizado em parceria com estado e município na divulgação do destino. “Em feriados prolongados, o grande foco são os turistas regionais, aqueles que moram em cidades próximas e que vem de carro ou ônibus para Maceió. Eles aproveitam não só a capital, como também as praias do litoral norte, sul e o Sertão, contribuindo para o seu crescimento e fortalecimento”.

2018 ABIH-AL Consciência Ambiental feriadões turismo alagoano

Veja Também

Comentários