Siloé Amorim

Sesc Arapiraca recebe exposição sobre povos indígenas do Nordeste brasileiro

Artista visual também é antropólogo e nasceu em Palmeira dos Índios

POR: 7 Segundos Arapiraca, Divulgação
Pesquisa de Siloé Amorim registrada com imagens em preto e branco
Internet

A galeria do Sec Arapiraca abre ao público a exposição “Memórias – Narrativas em Preto e Branco” do antropólogo e artista visual Siloé Amorim.

A exposição reúne 30 fotografias do vasto acervo particular do renomado pesquisador, imagens selecionadas pelos curadores Alice Barros e Robertson Dorta.

Os registros sobre ‘resistência’ e ‘ressurgência’ indígena foram colhidos durante uma década de imersão de Siloé Amorim entre povos indígenas de Alagoas, Pernambuco, Sergipe e Bahia. O trabalho de cunho antropológico do Mestre e Doutor na área de estudo visa contribuir para a reflexão e preservação da memória imagética da cultura e da identidade étnica dos povos indígenas.

As fotografias em preto e branco foram feitas com câmera analógica, reveladas com nitrato de prata sobre gelatina, impressas em papel fotográfico ILFORD de fibra.

Siloé Amorim é natural de Palmeira dos Índios, Alagoas, docente no curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de Alagoas, graduado em Antropologia Social pela Escola Nacional de Antropologia e História/ENAH (1996), com mestrado em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (2003) e doutorado em antropologia social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010).

A divulgação do Sesc informa ainda apresentação de índios da etnia Kariri Xocó, cujo núcleo populacional em Alagoas é localizado no município de Porto Real do Colégio, durante a abertura da exposição que acontece na Galeria de Artes do Sesc Arapiraca na noite de terça-feira, 21 de novembro.

Serviço

Exposição "Memórias - Narrativas em preto e branco" - Siloé Amorim

Local: Galeria de Artes Sesc Arapiraca

Informações e agendamentos: 3482-2402/ 3482-2400

Abertura: 21/11 às 19h30

Período de Visitação: 22 de novembro a 21 de dezembro

Classificação: Livre

Arapiraca exposição fotografia Indígenas Sesc Siloé Amorim

Veja Também

Comentários