Sem culpa

Crime contra mototaxista assassinado no Agreste é esclarecido

POR: 7 Segundos Arapiraca
Polícia Civil prende acusado de tentativa de homicídio
Divulgação

Nessa terça-feira (17), agentes da Delegacia de Homicídios de Arapiraca esclareceram mais um crime ocorrido no Agreste alagoano.

O assassinato aconteceu no bairro Alto do Cruzeiro, no dia 26 de setembro, quando o mototaxista Márcio Patrick, que pilotava uma moto Honda Fan 160, de cor vermelha, foi baleado nas costas, depois de ter sido perseguido por uma Pop 100.

Segundo o Delegado Everton Gonçalves, graças a prisão de Matheus Maciel da Silva, membro do Primeiro Comando da Capital (PCC), o crime foi esclarecido.

Morreu porque eram amigos

Matheus foi preso por um homicídio cometido em fevereiro de 2017 e contra ele já havia um mandado de prisão. Ao prestar depoimento teria confessado, também, o crime contra o mototaxista. Ele relatou que a intenção era matar o garupa de Márcio, identificado como “Aranha” e que faz parte de uma facção rival - o Comando Vermelho (CV).

Como o homem conseguiu pular da moto e fugir, Matheus matou o mototaxista porque sabia que os dois eram amigos.

O delegado acredita que a vítima não tinha filiação a nenhuma facção criminosa.

Alto do Cruzeiro assassinado delegacia de homicídios Facção criminosa Mototaxista

Veja Também

Comentários